segunda-feira, janeiro 16, 2012

Israel: A irreverência das mulheres em nudez coletiva.

Cercado de países árabes, Israel foi eleito o país predileto para se apontar mísseis de cruzeiro por unânimes ditadores espalhados no planeta. Independente desta crise eterna contra a terra dos judeus, e os conflitos na faixa de Gaza, o povo israelense se mostra irreverente e desprovido de rudimentos de tradição à cada novo dia.

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro,  16 de Janeiro de 2012 - 10h49min.

Cortesia Aliaa Magda (uso permitido)
Aliaan Magda El Mahdy é uma ativista egípcia que pela primeira vez na história do mundo árabe, decidiu publicar suas próprias fotos completamente nua em seu blog, hoje com mais de 5,5 milhões de acessos em pouco mais de 2 meses. Esta audiência recorde não teve tempo de ser celebrada porque a comunidade islâmica iniciou uma grave perseguição à moça.

Houve um incidente em que uma jovem se misturou aos manifestantes na praça Tahrir Square do Cairo e foi confundida com Aliaa. Imediatamente uma multidão de homens iniciou um linchamento da moça, que pode ser salva da morte por um triz. Duas semanas depois um acidente automobilístico resultou da morte de uma mulher, encontrada morta no interior do carro, foi divulgada como Aliaa Magda. Mais uma vez não era verdade. O ministério público abriu um inquérito para investigar a exposição da nudez de Aliaa e uma grande perseguição começou, liderada pelo impulso religiosos tradicionalista.

É aí que as mulheres israelenses aparecem:

Pelo menos 50 mulheres se despiram em defesa da jovem egípcia. Todas juntas, realizaram um ensaio fotográfico em que exibiam uma faixa que protestava contra a perseguição de Aliaa por ser árabe, tinha seu direito de expressão amputado.

"Amor Sem Fronteiras". Nua para Aliaa (Foto: Anat Cohen) "creative commons"
Logo depois um grupo de soldados foi flagrado dançando uma coreografia, enquanto uniformizados e armados em um posto militar. Autoridades abriram inquérito para disciplinar os praças bailarinos:


Fonte: "liberoquotidiano
A polêmica levou um grupamento militar formado por mulheres a realizar uma seção fotográfica caseira usando apenas cintos e capacetes...

De acordo com o site italiano "liberoquotidiano" que disse que o comando militar israelense considerou o comportamento das moças "uma grave violação da disciplina militar", no caso de ser confirmado que as exibidas estão arroladas nas fileiras militares em verdade.

Mas a nudez coletiva não é uma característica apenas feminina em israel. Soldados são flagrados em videos inusitados no Youtube além de fotos pra lá de irreverentes e despojadas.

O povo de Israel  vive hoje um momento de zombar da dura realidade que atravessa, tornando-o um dos povos mais flexíveis da atualidade. Ele tem descartado a ideia de combater o mal com mal, investindo em protestos e manifestações audaciosas, que apelam para a quebra de tabus, tradições e do sentimento de ódio.

Cortesia: "Israel Defense Forces" under Creative Commons"
Cercadas de países em guerra, no meio da fogueira do Oriente Médio, as mulheres tem engrossado as fileiras militares israelenses em grande número. Mesmo assim, não perderam o humor e a feminilidade. Resta saber se algum dia algum de nós precisar guerrear contra elas, se vamos resistir ao ser violentamente derrotados por suas poderosas armas.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: