Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 25, 2011

Translate this Page

Medo: Incêndio em submarino nuclear russo deixa 9 feridos por contaminação.

Um incêndio num submarino nuclear russo que estava em manutenção precisou do reforço dos Bombeiros para impedir uma catástrofe. Os bombeiros levaram toda a sexta-feira para apagar os focos de incêndio.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 31 de Dezembro de 2011 - 10h17min.
Atualizado 11h43min.
7 policiais e 2 resgatistas foram internados para decontaminação depois de terem inalado Dióxido de Carbono, na tentativa de impedir a proliferação do fogo que começou na manhã desta sexta no submarino nuclear russo Ictrenberg, atracado no estaleiro Roslakuvu em Marmunsk, no Norte da Rússia, para manutenção. Fabricado em 1980, o sub havia sido reformado em 2003, segundo o site "businessweek".

De acordo com o site "daralhayat" o submarino nuclear que normalmente portava "16 mísseis balísticos intercontinentais do tipo "Sineva" foram retirados juntamente com todas as outras armas, bem como o reator nuclear foi desligado "antes do início do trabalho de manutençã…

Síria: Sexta começa com 4 mortos em Homs durante tentativa de salvamento.

A sexta-feira é sempre o dia da semana que apresenta relatórios de maior número de mortes, devido ao fato de que após as orações, os fiéis saem das mesquitas em grande número, pedindo o fim do regime. A presença dos Observadores enviados pela Liga Árabe, pouco influencia nos acontecimentos. 4 mortos no bairro deTlklkh em Homs.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 30 de Setembro de 2011 - 07h56min.
Mas a presença do exército sírio influencia no tamanho do derramamento de sangue de civis, no número de mortes, no número de feridos e de construções destruídas. Relatório da CCLS desta sexta-feira revelou as primeiras mortes o dia a morte de Alaa Bilal no subúrbio de Damasco, no Bairro de Moadamia.

Video: Populares se queixam dos Observadores em Baba Amr.


Enquanto os Observadores chegam aos bairros de Harasta (Damasco) e Al-Hasan (Subúrbio), forças do exército chegam em grande número e já iniciaram repressão nas seguintes  regiões:

Abu Kamal (Deir Azour) - "Fogo pesado contra manifestantes …

Síria, Liga Árabe e os Observadores decepcionam.

A farsa já estava clara desde o início, mas o mundo precisava esperar para ver como que a Liga Árabe conduziria a estratégia de preservar e proteger o regime sírio sem demonstrar envolvimento. A presença do Observadores nem de longe inibe o derramamento de sangue, além de relatórios falsos, falsos terroristas atiram contra eles.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 29 de Dezembro de 2011 - 09h02min.
Para confundir as informações, o regime sírio trocou os uniformes e as tarjas de identificação dos soldados em Damasco. Suas identificações foram substituídas pelo brevê que descreve os assassinos como "pacificadores".

Mortes em tempo real

Homs - A CCLS disse há 3 minutos que está havendo agora um pesado tiroteio contra os manifestantes em Hama, que caminham pela rua 15 de Março, e já há informação de 1 vítima das forças de segurança. Um jovem morreu na  região de Al-Hader.

Idlib - Confronto entre o FSA (Exército Livre) e o exército regular está acontecendo agora com pesado tiroteio …

China: Guangdong: Protestos massivos contra roubo de terras e usinas de carvão.

Wukan não é a única região da província de Guandong a reclamar o roubo e venda ilegal de suas terras. Por toda a província, milhares de pessoas têm saído às ruas para pedir o fim da corrupção política, bem como a devolução de suas propriedades, enquanto que o Governo diz que "todas as terras pertencem ao Estado". Há relatos de confrontos e prisões.

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 28 de Dezembro de 2011 - 09h39min.
O Dragão Chinês parece estar adormecido mas já há sinais que preocupam. A Associação dos Jornalistas de Hong Kong tem denunciado o Estado de Guangdong por reprimir e expulsar os jornalistas durante a cobertura dos protestos em Haimen, evento este que inclusive foi marcado com a prisão de muitos manifestantes que até agora não ganharam a liberdade.


Em Haimen os protestos têm sido contra a implantação de usinas de carvão em consequência do elevado grau de contaminação da água e do ar. liderados por ativistas ambientalistas mais de 30.000 populares bloqueram estrada…