sábado, dezembro 17, 2011

Síria:"Sexta - A Liga Árabe Está Nos Matando!" - 15-12-2011 - Atualizações

Dividida e insegura, a Liga Árabe mostrou que precisa evoluir mais na busca de sua verdadeira identidade. Sua  fama de omissa e confusa já a precedia, mas ninguém tinha certeza. Agora a Liga Árabe está deixando rastros claros de que está incapacitada de cumprir a proposta a que veio: "Defender os interesses e a vida da sociedade civil árabe".

"A Liga Árabe Esta Nos Matando"
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 17 de Dezembro de 2011 - 08h25min.
Atualização: 17/12/2011 - 06h59min.
A Liga Árabe entrou na crise síria no exato momento em que as Nações Unidas estavam prontas para um embargo aéreo. O projeto de resolução europeu estava em estudo e um pacote similar ao pacote da Líbia estava sendo preparado, bem ao estilo "texano": Derrubar a porta entrar atirando e prender os caras maus."

Video: Uma passeata inusitada: Dissidentes marcham pela queda do regime em Deir Azour:


Video: Uma passeata inusitada 2: Dissidentes fazem a segurança dos manifestantes em Idlib na "Sexta - A Liga Árabe Está nos Matando!"


Na iminência de uma intervenção militar, a Liga Árabe chegou com uma proposta pacífica. Esta proposta, que na verdade era  mesmo uma proposta "passiva", fez as Nações Unidas recuarem, já que a iniciativa árabe era mais apropriada que uma iniciativa ocidental, até porque abrandaria os ânimos dos países árabes que apoiavam Al-Assad e faziam restrições à França, Grã-Bretanha, Itália e América do Norte.

As Nações Unidas recuaram e ficaram de platéia assistindo as negociações, eu então pergunto:
  1. Como esperar que um líder islâmico condene mortes num país árabe?
  2. Como esperar que ele entenda os Jihads como "crimes contra a humanidade", se sua religião lhe diz que os mártires terão lugar especial no paraíso e reencarnarão ainda mais aperfeiçoados e mais santos??
  3. Como esperar que um Rei, Príncipe, um Sheik, ou Sultão vá se sacrificar para proteger uma revolução contra seu próprio regime e sistema de governo?
Na verdade eles não são culpados por não serem capazes de assimilar estas novas informações do mundo globalizado. A verdade é que enquanto os governos árabes tradicionais lutam para resistir ao tempo, a população destes países vive, em muitas cidades, aldeias e vilas, em condições sub-humanas comparadas  apenas com a era medieval.

Video: Living in Hula Medieval Life.




Primavera Árabe

A estratégia mais utilizada pelos regimes "derrubados" pela primavera árabe, tem sido deixar uma infra-estrutura do velho governo, para reconstruir o novo governo sobre os alicerces da velha forma árabe de governar.

Isto está acontecendo no Egito agora: 17-12-2011


Algum sinal de Democracia? Na verdade, qualquer país que quiser ter democracia hoje em dia, deverá conquistar por seus próprios meios.


Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: