Pular para o conteúdo principal

Translate this Page

Síria: A dura realidade de quem vive sob o regime de Assad.

Quando Al-Assad concedeu sua "entrevista" cujas respostas previamente forjadas e decoradas foram pronunciadas sequencialmente como num jogo de memória, o presidente Sírio se mostrou preocupado de não negar a violência na Síria como fazia anteriormente, mas negar responsabilidade.

Rejeição massiva para Bashar - Cortesia:
"The Syrian Days Of Rage - English"
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 08 de Dezembro de 2011 - 07h40min.
Atualização: 09h11min.

"Mercado Árabe" Cortesia:
"Syrian Tank Wash Service"
 Uma forma de apontar o restante da equipe de governo e de responsabilizar seus próprios militares. Nas ruas o sofrimento é tão descomunal que mesmo que Al-Assad não fosse o mandante desses crimes deveria ser punido por crime de responsabilidade e por omissão de socorro ao seu povo. Ele Jamais apareceu diante das câmeras para condenar ou apontar responsáveis diretos pelos crimes correntes no país. Grupos armados? Quais grupos? Quem é o líder? Quem coordena a ação deste grupos em todo o país? Como conseguem ser tão organizados sem uma cúpula? Como conseguem matar livremente, bombardear casas, saquear casas, lojas, caminhões de carga, invadir hospitais, prender, torturar, mutilar e matar funcionários da saúde, sitiar hospitais e impedir transformar em bases militares, utilizando inclusive ambulâncias para transportar milícias... Quem tem este poder e permanece impune e invisível, indetectável?

Vídeo gravado ontem: 06/12/2011 em Bayada/Homs/Syria - O esforço para recuperar o corpo de um manifestante morto debaixo de chuva de balas, que o "cinegrafista" mal consegue escapar.


O depoimento de uma mãe síria:


Vivendo em ruínas, o povo precisa se adaptar. Improvisar comida, água, roupas e remédios. Até os hospitais são improvisados. As ruas são cercadas de destroços por todos os lados e sangue humano e lixo cobrem o asfalto. Isto não é uma via de regra. Nem todos os lugares estão assim, mas há lugares ainda piores. A crise do óleo Diesel vai além dos tanques. Vai até os oleodutos. As forças de Al-Assad estão destruindo. Atacando os oleodutos:


A explosão de oleoduto nesta quinta (08-12-2011) tem outro efeito colateral: As residências vizinhas são afetadas e mais uma vez, o povo sírio é quem paga o preço:


Há quem se esforce para superar a crise e dizer não às forças de opressão, mas elas são demais poderosas. (Se o próprio presidente da república não pode contê-los, quem poderá?) A situação exige submissão como única alternativa para sobreviver com muitas sequelas, mas o povo sírio tem uma forte e arrojada personalidade. Eles não poderiam simplesmente se calar, e para todos os que decidem se voltar contra o "reino", o castigo será o mais suave dos destinos. Video: Agentes de segurança desistem de atacar a população e são castigados pelo exército.


Soldado dissidente executado em Homs
e jogado no lixo.
Soldados do exército que desistem de atirar em civis, são mortos pelas costas por mercenários do Hezbollah e da Guarda Republicana Iraniana posicionados sempre atrás da primeira linha, justamente para garantir que as ordens serão cumpridas.

Um completo caos. Uma vida levada em um nível de estresse além do imaginável. Quem poderá se responsabilizar por esta tragédia nacional?  Quem poderá ser punido com as leis internacionais, ao invés de acordos chapiscados de concessões, impunidade e imunidades?




Família procurando se alimentar em Al-Houle em Homs
"Snapshot
Pior que na foto do dissidente ao lado, a população síria encontra restos mortais por onde passa. Pedaços de corpos humanos, corpos carbonizados ou massas cefálicas e sangue. Isto já é mais que uma rotina: É uma realidade síria. Não seria agradável expor estes vídeos aqui, mas podem ser encontrados no Youtube, mesmo que sejam protegidos por alertas de alto grau de violência e sangue. O pior ainda vem agora: O elevado volume de fotos e vídeos sangrentos, que causaram repugnância na audiência do Youtube e nas autoridades internacionais, não representam mais que 10% da realidade que a população síria está vivendo hoje.  Atrocidades que não se pode contar nem mostrar. Então, Al-Assad abre a janela de seu palácio, respira fundo e diz: "Lindo dia para mais uma entrevista!" O site sírio "sooryoon" publicou uma matéria nesta quinta com o seguinte título:
"Texto completo da entrevista do presidente Bashar al-Assad do regime sírio revela sua estupidez e loucura ..."

Postagens mais visitadas deste blog

A nova vida do Advogado Ércio Quaresma ex-defensor do Bruno Goleiro.

Ele subiu ao topo. Tornou-se um dos defensores mais admirados no cenário jurídico. Por um contrato milionário, foi defensor do Bruno, Goleiro do Flamengo, no caso do assassinato de sua namorada Elisa Samúdio, até que foi pego se drogando em uma cracolândia na região metropolitana de Belo Horizonte.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Novembro de 2011 - 07h26min.
O Dr. Ércio Quaresma foi professor de Direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Durante mais de 20 anos de carreira, cometeu deslizes não muito comuns, em se tratando de pessoas do seu nível e de sua formação; Por outro lado foi realizou defesas espantosas, dignas de meste. Se especializou na defesa de acusados de crimes hediondos por assassinato em 1º Grau obtendo bons resultados quase sempre. Isto porque em alguns casos o criminoso era indefensável, digno de toda culpabilidade e nada mais lhe restaria a não ser a pena máxima.

Mesmo assim sua experiência na defesa de criminosos praticamente condenados foi ex…

Tecnologia: Conheça "Psiphon" cryptograma que fura bloqueios de acessos à internet contra ditaduras.

O Psiphon é o programa de código aberto desenvolvido para ser distribuído livremente para permitir que países, cujos governos censuram o uso da internet e monitoram ligações feitas com o Skype não consigam detectar a conexão.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 23 de Novembro de 2011 - 07h54min.

Tudo começou quando o Jornalista Ivan Watson da CNN recebeu uma ligação de um jovem ativista sírio de pseudo Musaab al Hussaini via Skype. Além de denunciar a situação no seu país em tempo real, ele descreveu o grau de libertação que o anti-tracker Psiphon lhe proporcionou:



A empresa
A Psiphon Inc. é uma empresa de software que decidiu investir num sistema que pudesse ser adaptado a diferentes situações no mundo. Ele pode ser adaptado de acordo com cada tecnologia de bloqueio e de vigilância utilizado pelos governos, regimes, ditaduras e reinos  no mundo, bastando que desenvolvedores estejam inclinados a utilizar seu código fonte como base da programação.
"Nós da Psiphon acreditamos que a Inter…

Nigéria: Menina de 13 anos escrava sexual de 550 homens.

Um alerta para os pais: A menina "A" tinha 13 anos quando sua tia pediu aos seus pais autorização para levá-la de Akuda, no estado de Akwa Ibom para outra cidade, sob a promessa de que receberia melhor tratamento e teria melhores condições de estudo..
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Janeiro de 2012 - 10h17min.
Segundo a fonte nigeriana "PM News", a menina contou para a polícia que após seus pais terem autorizado a sua ida para o estado nigeriano de Lagos com sua tia, esta mesma a levou para um hotel. Lá  acriança contou que ganhou uma mini-saia, vestidos do tipo "tubo" e um quarto. De acordo com o testemunho da menina ainda, sua tia conhecida apenas como "vitória", teria ensinado como se comportar com os homens.
Até então a menina contou que não entendia o que estava acontecendo "até que começaram a chegar os homens". A fonte citando a menina disse que  ela percebeu que cada uma das outras meninas levavam seus "fregueses&qu…

Aliaa Magda ElMahdy nua é desejada, perseguida, processada, linchada e morta. Um símbolo?

Ela nem se considerava bonita, muito menos sexy. Decidiu se expor como forma de denunciar de modo marcante, o abuso sexual que as mulheres egípcias sofrem, espancamentos e indiscriminação, mas no campo da religião, Aliaa Magda é tida como um monstro.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 03 de Dezembro de 2011 - 06h50min.
 De adolescente a mulher. De ativista a símbolo sexual. Sua decisão de mostrar sua foto numa numa página de blog chocou o Egito, a comunidade islâmica e o mundo árabe. Adquiriu admiração de muitas mulheres que nunca tiveram coragem para fazer o mesmo, embora tivessem desejo. Seu blog atualmente registra mais de 4.400.000 visitantes embora a impacto inicial tenha passado, sua nudez lhe rendeu muita popularidade e muitos problemas. Aliaa saiu do "Blogger" para as ruas:


Nas ruas foi odiada. Foi linchada, ficando bastante machucada. Mais tarde os linchadores descobriram que haviam espancado a moça errada. Não era Aliaa. O ódio da comunidade islâmica lhe rendeu ameaç…

Blue Whale 1 - O game da morte em nome da Baleia Azul

Blue Whale: O jogo da morte induz adolescentes ao suicídio via Redes Sociais e Skype já fez mais de 130 mortes entre Rússia e Europa, mas já tem adeptos no Brasil - Continue Lendo:


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 09/04/2017

Poderia ser uma lenda urbana.. Mas o game "Blue Whale" (Baleia Azul) se tornou viral na Europa e na Rússia (desde 2014) deixando pais e as autoridades locais em completo alerta. O game que usa basicamente as redes sociais também promove encontros e eventos fora da web, reunindo suicidas depressivos adolescentes em espantosa e crescente comunidade.

Nos últimos 3 dias as agências internacionais começaram a alertar ao mundo sobre este jogo de auto-flagelação que culmina no suicídio. Os administradores do grupo exercem grandes pressões para garantir que o grupo seja unido, confiável e fiel aos propósitos malignos a que se propõe sem questionamentos.

Uma adolescente disse ao Saulo Valley Notícias que tem a informação de que quando o …

Brasileiros e sírios levam arte às crianças refugiadas colorindo cenários de guerra

Uma iniciativa que merece muitos aplausos levou um grupo de jovens artistas de rua brasileiros, a se encontrar com artistas e ativistas de diversos países em conflito armado. Eles tentam transformar campos de refugiados em escola viva de pura arte em cenário de muitas cores! - Continue lendo:


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de aneiro 24 de Abril de 2017

"Magic Caravan" é um projeto social criado em 2013 e a ONG Al Caravan atua na Síria , Líbano, Turquia e Alemanha, ajudando a dar um futuro melhor para crianças e adolescentes sentenciadas a viver em campos de refugiados e campos de concentração ainda remanescentes na Alemanha.

Na Síria, o grupo ajuda crianças das regiões mais intensas do país, cujas áreas residenciais e rurais são constantemente bombardeadas pelo regime sírio, milícias islâmicas, Rússia e países ocidentais. Possui pequenos centros de educação em lugares considerados "redutos rebeldes" como Aleppo, Daara, Homs, Latakya, Damasco e Idlib…