quarta-feira, dezembro 28, 2011

China: Guangdong: Protestos massivos contra roubo de terras e usinas de carvão.

Wukan não é a única região da província de Guandong a reclamar o roubo e venda ilegal de suas terras. Por toda a província, milhares de pessoas têm saído às ruas para pedir o fim da corrupção política, bem como a devolução de suas propriedades, enquanto que o Governo diz que "todas as terras pertencem ao Estado". Há relatos de confrontos e prisões.

"wikipedia/China_Guangdong.svg Creative Commons"
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 28 de Dezembro de 2011 - 09h39min.

O Dragão Chinês parece estar adormecido mas já há sinais que preocupam. A Associação dos Jornalistas de Hong Kong tem denunciado o Estado de Guangdong por reprimir e expulsar os jornalistas durante a cobertura dos protestos em Haimen, evento este que inclusive foi marcado com a prisão de muitos manifestantes que até agora não ganharam a liberdade.


© Copyright Chris Allen
and licensed for reuse under this
 Creative Commons Licence.
Em Haimen os protestos têm sido contra a implantação de usinas de carvão em consequência do elevado grau de contaminação da água e do ar. liderados por ativistas ambientalistas mais de 30.000 populares bloqueram estradas e enfrentaram as forças policiais na semana passada, resultando em 2 mortes e vários feridos (mas há fontes que alertam que o relatório foi modificado pelas autoridades locais e que o número de mortes real é de 6 pessoas e 200 feridos no confronto). Mesmo assim os protestos continuam. Ontem pelo menos 500 manifestantes voltaram para uma das principais estradas federais para protestar contra a construção da usina elétrica, alegando que embora o Estado tenha prometido o arquivamento da construção, isto não foi tornado público, disse a agência "voanews". A construção da usina afeta diretamente o modo de vida da região, que depende principalmente da pesca, o que tem sido prejudicado pelo elevado teor de contaminação das águas pelas usinas de carvão na China. Alguns componentes tóxicos despejados pelas usinas são altamente cancerígenos.


Enquanto isto em outras partes da província as pessoas continuam protestando contra a venda não-autorizada de suas propriedades, o que tem levado centenas de pessoas a levantar suas vozes contra corrupção no governo. Preocupado com a situação crítica do país, o ativista "@ bleutee " disse que os chineses também precisam do espírito de desobediência civil, devendo fazer escolhas entre  "revolução ou debate". Ele acredita que esta é uma "moeda de dois lados" cujas facetas apresentam opções "não-violentas" de manifestação ou de não-cooperação é a escolha de rota real, para atualizar o conceito das pessoas que ainda é muito pequeno."

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: