terça-feira, dezembro 20, 2011

China: Depois de Wukan, protestos tomam conta de Guangzhou - 2 mortes - 20-12-2011

Sorry, re-uploading temple in #wukan photo. Many went to burn... on Twitpic
Nesta terça muitas pessoas foram ao
templo de Wukan acender incensos.
Cortesia: "7vr0d7"
A tranquila Aldeia de Wukan vive dias agitados. Um pesado bloqueio militar está se formando. Mesmo assim, as pessoas precisam falar e elas precisam ser ouvidas. Protestos na subprefeitura leva grande número de habitantes para pedir o cancelamento da instalação da segunda carvoaria em Wukan.

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 20 de Dezembro de 2011 - 12h28min. (GMT-3)

A população de Wukan ocupou a sub-prefeitura e os estudantes boicotaram as aulas para mais um dia de protestos. Moradores dizem que há suspeitas de fraude na investigação sobre os funcionários que teriam agido ilegalmente na venda de terras, e estariam sendo denunciados pelas população de Wukan. Segundo o boato que corre na aldeia, pessoas que viram os papéis que listam funcionários acusados, não são oficiais e não tem o tradicional selo vermelho do governo.

As terras

Citando o site chinês "news.oeeee" que citou o secretário do partido no governo local, Zheng Yanxiong que teria dito que o Município vai devolver 404 hectares de terra, em resposta à demanda da população de Wukan. Segundo a fonte, o anúncio foi feito com base no congelamento dos contratos de parceria e terras da Toyota Pecuária Co. O secretário garantiu que as terras serão devolvidas para os que tiveram suas suas propriedades ilegalmente vendidas.

A "Oeee News" disse ainda que no dia 18 último (Domingo) houve um encontro entre as autoridades governamentais e líderes do movimento popular de Wukan. A reunião foi aberta e havia mais de 500 pessoas no local, entre elas moradores e representantes de comunidades vizinhas aos arrozais de Wukan.
A fonte citou o Secretário como dizendo que o partido está interessado em "proteger os direitos e interesses legítimos" da comunidade.

Boas notícias (boas demais para um regime comunista tradicional), há informações bastante contraditórias publicadas por outras fonte. De acordo com o "rfa.org" as famílias dos manifestantes estariam sendo ameaçadas pelo regime "se a agitação continuar".

Nesta segunda, a coordenação do Movimento popular de Wukan disse que nesta semanas novos protestos estarão sendo realizados para exigir a investigação dos funcionários envolvidos na corrupção e a devolução do corpo do manifestante morto Xue Jimbo, que estava sob custódia da polícia local por 3 dias. Mas a fonte afirma que as autoridades locais teriam chamado a família Xue Jimbo para ameaçá-los caso estejam determinados a apresentar queixa. A ameaça teria sido presenciada por uma morador conhecido por Zhang Wukan no dia de ontem (19).

Segundo o site, as autoridades policiais teriam alegado que a morte de Xue Jimbo teria sido causada por uma "parada cardíaca" mas os familiares ao reconhecer o corpo comprovaram marcas e lesões "da cabeça aos pés", disseram.

Novas manifestações

Preparing paper-flower mourning pins for rally tomorrow outsi... on Twitpic
Confecção de flores de papel
para o Rally deste dia 20/12/2011
Cortesia: "7vr0d7"
As manifestações não param. A organização do "Movimento 19 de Novembro" está confeccionando flores de papel, no estilo "origami" para o Rally que acontecerá nesta Terça. Também na Quarta-feira, uma grande mobilização acontecerá e a organização conta ainda com a adesão de pelo menos 6 a 7 Mil populares, disse o "Rfa. Org".

Estado de sítio em andamento
  1. Isolamento militar - A fonte disse ainda que "vários milhares" de policiais estão cercando toda a cidade, e que agora adotaram a estratégia (síria) de instalar postos de conferências de identidade (o primeiro passo para o bloqueio militar de uma cidade é permitir a saída dos não-moradores e permitir só a entrada dos moradores locais. Em seguida, segue-se o isolamento). A fonte citou um ativista conhecido como "Yu" que teria ido para Wukan com outros 10 companheiros para prestar solidariedade à comunidade, que teria sido parado num dos postos de verificação e escoltado de volta para casa. Segundo "Yu" ao "Rfa. Org", os internautas estão sendo mantidos em uma espécie de prisão domiciliar, tendo sido proibidos de sair de suas casas.
  2. Intimidação e terror psicológico - O "Rfa. Org" citou a testemunha ocular "Zhang Wukan", como dizendo por telefone para a redação da agência que as forças policiais estão se preparando para um ataque repressivo armado contra a comunidade rebelde. De acordo com a testemunha, as pessoas estão começando a ficar assustadas. "Zhang" disse ao "Rfa. Org" que há um elevado grau de tensão por causa das advertências das autoridades que estão ameaçando a população que se caso não desistam de suas demandas, as forças policiais estarão prontas para entrar na vila. Esta pressão psicológica acontece várias vezes ao dia, disse Zhang.
  3. Bloqueio de mídia e comunicação - Já no dia de ontem foi constatada a dificuldade de se realizar chamadas telefônicas para alguns lugares, bem como o aceso à internet. Os próprios moradores disseram ao "Rfa. Org" que não estão encontrando a notícias da Vila de Wukan nas buscas de internet.
Estado de Revoltas - Guangzhou

A virose da revolução de Wukan parece estar tomando conta do distrito de Guangzhou. O ativista "Bleutea" contou que na cidade de Haimen as pessoas ocuparam o prédio da prefeitura, bloqueraram estradas e alunos não foram estudar. Parece que a demanda de Guangzhou é a independência. O ativista "Bleu Tea" disse que o protesto na cidade de Haimen é armado e que há 2 manifestantes mortos e há policiais feridos. As vias estão bloqueadas. Ele enviou o link da foto de um policial ferido nesta terça: "t.cn/SV1L8t" e de uma ativista ambiental morto: "1do99hc020tj"

O ativista "Aizhao" disse hoje que há uma série de levantes acontecendo agora em diversas regiões, como em Shanwei. Ele disse que está havendo "um levante rural após o outro"!  Citando o distrito de Chaoyang, na cidade de Haimen, cerca de 30.000 pessoas saíram para protestar contra a "construção de uma usina de energia na região". BleuTea descobriu que:
 "A empresa Huaneng Power International Inc. é que está  investindo na construção da Usina Huaneng e que o presidente anterior da empresa é o atual vice-governador de Shanxi Li Xiaopeng, e que a atual presidente é sua irmã Li Xiaolin, seu pai é o ex-primeiro-ministro Li Peng.goo.gl/tM0dw"
12h28min - "wenyunchao" em seu twitter disse que a população de Haimen teve sucesso com o anúncio do "arquivamento" do projeto de construção da Usina, apesar das mortes...

Voltando ao "Aizhao" que disse ainda que no Distrito de Hou, na Aldeia de Shantou, pelo menos 500 populares foram às ruas protestar contra a desapropriação ilegal de terras, a exemplo das aldeias de Wukan em Gangzhou e Dai Mei no distrito de Chengai. Todos reclamando de esquemas corruptos de venda de propriedade alheia. 

Aizhao disse nesta segunda que "moradores tomaram as ruas das aldeias; Lufeng Dong Dai Village, Vila Long Komura em protestos contra corrupção de venda de terras e assim por diante."

Atualizando...

Artigo em Destaque

Pra quem reclamar quando autoridades estão ligadas aos criminosos?

Quando você se vê atingido por uma autoridade usurpadora do teu próprio direito, a quem reclamar, quando você sabe que a autoridade máxima ...

Leia também: