quarta-feira, novembro 16, 2011

Síria: Os principais destaques sobre o país nesta Quarta - 16-11-11

Nesta quarta-feira a Liga Árabe se reúne para discutir o destino governamental da Síria. O objetivo principal é parar o derramamento de sangue de civis imediatamente, o que não tem acontecido até este exato momento. Acompanhe um giro pelas principais notícias no mundo.


Manifestação silenciosa na Universidade Internacional IAU
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 16 de Novembro de 2011 - 06h57min.

Rede SHAM - Hoje o dia começou com bárbaros assassinatos e uma grande gama de velórios por todo o país. De acordo com as principais agências locais de notícias, diversos funerais estão sendo realizados neste exato momento, como resultado de mais um dia de elevado grau de violência contra os manifestantes que, apoiados na opinião internacional e nas decisões da Liga Árabe tem aumentado seu esforço para pedir o fim do regime de Bashar Al-Assad e denunciá-lo ao Tribunal Penal Internacional por todos os seus crimes contra a humanidade.

CCLSy - A Coordenação de Locais da Síria citou hoje um depoimento de um estudante que vivenciou um violentoi ataque das forças de segurança numa universidade quando tentavam  arregimentar manifestantes à força para promover Al-Assad. Segundo a declaração da Coordenação, antes que as forças policiais chegassem houve confronto entre manifestantes "pró" e "anti" Al-Assad. O relatório diz que os manifestantes de Al-Assad utilizavam paus e facas e houve grave confronto. Assim que a polícia chegou, iniciou um tiroteio aleatório obrigando os estudantes a deitarem no chão, foi quando sofreram dolorosos espancamentos por meio de chutes com botas militares, como é de costume local, e outras formas de humilhações. Houve espancamento dos manifestantes pró-revolução e a dispersão da manifestação estudantil. Relatório diz que vários jovens desmaiaram por causa da violência das agressões e que outras univerdades vizinhas correram para socorrer os estudantes que eram também atacados pelos manifestantes pró-Assad.
Universidade da Ciência e Tecnologia - Síria
SNN - Video - Cinegrafista amador grava o exato momento em que estudantes são retirados de salas de aula e (segundo o narrador) são obrigados e sair para mais uma demonstração teatral de apoio a Bashar Al-Assad.


Alquds disse que ontem o regime sírio tentou convocar o Conselho do Golfo para uma cimeira árabe de emergência, que segundo a agência de notícias, foi rejeitada pelo CCG, demonstrando que tudo não passava de uma clara estratégia de gerar confusão e impedir o congelamento da Síria pela Liga Árabe, no mesmo dia em que também aconteceu o fórum turco de Negócios Estrangeiros. O site "alkhaleej" citando o secretário-geral do CCGLatif Al-Zayani como dizendo em um comunicado:

"O Conselho de Cooperação considera que o pedido de uma cúpula árabe neste momento não é viável."

Elaph disse que o primeiro-ministro da Turquia Tayip Erdogan anunciou ontem que seu país está ainda estudando a continuidade do fornecimento de energia elétrica para a Síria (iniciado há 4 anos), por causa da violenta crise em curso. Segundo a fonte ainda, a Turquia anunciou a suspensão da exploração do petróleo sírio em 6 poços e o cancelamento destas explorações no momento.

Menafn disse que o presidente sírio Bashar Al-Assad pediu desculpas ao governo da Jordânia pelo ataque de seus manifestantes à embaixada jordaniana na Síria.

The Telegraph disse que o regime sírio ameaçou boicotar o encontro da Liga Árabe hoje no Marrocos em protesto contra ao congelamento do país como membro do Conselho de Ministros. A informação veio pelo correspondente do Oriente Médio Richard Spencer.


BBC - A agência informou que, com base no depoimento de oposicionistas a Al-Assad, que o Exército Livre realizou a mais importante operação militar desde o início da revolução em Março, atacando uma base militar síria, tendo como alvo o prédio da inteligência , que segundo a agência foi destruída em parte.

The Telegraph - Video: Bashar Al-Assad diz que não etá preocupado com a crise na Síria.


Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: