segunda-feira, novembro 21, 2011

Navios russos rumo à Síria para impedir NATO; Ataque a ônibus turco na fronteira: 2 mortos.

Uma série de eventos como consequência da agitação que domina a Síria desde Março de 2011 e a garantia dada pelo Presidente Bashar Al-Assad de que lutará até a morte para se manter no poder.


"Nós não amamos você" - Cortesia "D.P.N"
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 21 de Novembro de 2011 - 12h51min.

O primeiro-ministro da Turquia Tayip Erdogan disse nesta segunda que o Al-Assad não tem como permanecer no poder apenas com o uso da forças militar. Disse que ele não tem como governar matando civis e que seus dias no poder estão contados.

Ele questionou a declaração de Al-Assad em uma entrevista neste Domingo último ao jornal "Sunday Times" quando se declarou disposto a "lutar até a morte pela Síria e que não vai ceder". Citando o site árabe "albayan" que citou o primeiro-ministro como perguntando: perguntou: Lutar até a morte, contra quem?
"Você luta contra seus irmãos que são governados pelos muçulmanos no seu país?" "Nós não consideramos que a matança do povo sírio com armas e tanques seja um ato solidário"
Ele também condenou o ataque a um ônibus que passava pela fronteira síria. Segundo agências, o ônibus transportava peregrinos que voltavam para a Turquia e motorista teria errado o itinerário, indo parar na fronteira com a Síria. Segundo uma agência de noticias a intenção era passar por Homs mas foram abordados por agentes de segurança que metralhou a condução deixando vários feridos e 2 turcos morreram na ocasião.

Video: Ônibus turco atacado na fronteira por Forças de Segurança da Síria deixou 2 turcos mortos e vários feridos.



Partido Ba'ath

Já o dia começou mais agitado ainda por causa da notícia de que o exército livre teria atacado a sede do Partido Ba'ath neste Domingo. O comandante geral do Exército Livre enviou um vídeo negando que suas tropas houvesse alvejado a construção. Mas na manhã desta Segunda-feira uma grande manifestação foi realizada na frente de um escritório do partido.

NATO

A população síria em desespero pede socorro à nato desde o mês de Junho mas citando o site "khaleejtimes" que na manhã desta segunda revelou que o vice secretário-geral da NATO James Appathurai disse que as experctativas por uma incursão da NATO em terras sírias como sendo "irreais".

Ele disse que o Oriente Médio atravessa um momento conturbado de mudanças e que este processo não se resume na presença da NATO para a implantação da "paz e a democracia no Oriente Médio e Norte da África" destacando a explosão de violência no Egito em paralelo coma Síria.


"Eu acho que é importante para que o público não ter expectativas irrealistas sobre a rapidez com que isso vai acontecer ou que o resultado é necessariamente previsto para ser o que desejamos que ele seja". Disse ele em uma entrevista a jornalistas.

Segundo a fonte "um encontro envolvendo pelo menos 300 generais, ministros da Defesa e funcionários de todo o mundo reuniram-se no Fórum de Segurança Internacional de Halifax, no Canadá oriental."

"Não há discussão de um papel da OTAN em relação à Síria", disse ele. "Responsabilidade de proteger não se traduz automaticamente em uma operação da NATO."

Snapshot de matéria publicada no "Syrianfreepress"
Rússia envia destroyers para a Síria para impedir incursão da NATO.

Em antecipação a qualquer atitude militar tomada pelos Estados Unidos e a NATO, a Rússia enviou navios de guerra para as águas sírias de acordo com o "mountainfirefall.newsvine" que disse que a "intervenção humanitária" também havia sido uma desculpa para a implantação da NATO na Líbia e que a Rússia não pretende permitir que esta estratégia se repita. Mas a maioria dos sites que estão falando à respeito são pró-Assad o que pode não passar de um flerte, para deter as forças ocidentais na dúvida, por outro lado, aviões espiões e satélites poderão ser utilizados para identificar as embarcações se estiverem mesmo à caminho da Síria.



Video: Protesto na frente do prédio do Partido Ba'ath e o surgimento de novos "batalhões" irregulares formados por dissidentes e jovens voluntários.


Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: