Pular para o conteúdo principal

Translate this Page

Marrocos: Apenas 5.8 de 13 Milhões de eleitores votaram e país tem 35 milhões de habitantes.

Eleições boicotadas deixaram prejuízo de 35% nos votos mas continuam valendo. Enquanto partidos e políticos comemoram, povo lamenta falta de transparência, honestidade e democracia. Verdadeiras eleições engessadas de eleitores amordaçados que só podem dizer "sim" ou "não".
Um site iraniano pergunta: "Será que as novas eleições marroquinas reduzirão os poderes do Rei?"
"Moroccan flags" Cortesia: "Pierre Metivier"
Por Saulo Valley -Rio de Janeiro, 26 de Novembro de 2011 - 12h50min.

De acordo com o protocolo, o plebiscito para votar a nova constituição foi uma confirmação de sua aprovação, mas a oposição não aceitou, porque disse que a nova constituição foi examinada por membros do governo atual para que garantissem seus status e cargos. Mas o povo teve pouco acesso ao seu conteúdo. Oposicionistas mais antenados com termos legislativos perceberam que muitas das modificações nas leis eram redundantes e tudo terminava praticamente como era antes.

Mas com a tamanha propaganda das agências de notícias e publicidade do governo, o povo saiu em peso à favor da "democracia", sem saber que votaram unanimemente para que tudo continue como estava antes.

Foi por esta razão que o segundo passo exigido pelo protocolo de implantação de uma novo governo, seria a conclamação do povo para as eleições parlamentares. Para evitar ser contrariado, o governo marroquino abafou a reclamação dos populares com massiva propaganda de mídia. Foi daí que a oposição decidiu pelo boicote às eleições parlamentares.

Então se a "nova constituição" teve 100% de aprovação, porque numa população de mais de 35 Milhões, apenas 5.8 milhões de pessoas votaram, sendo que mais de 13 milhões são eleitores?

Por causa da "credibilidade perdida". O povo acreditava que poderia ter um governo democrático de verdade. Tanto quanto acreditam os egípcios, os líbios e os sírios. Mas para isto, tem que haver vontade, muita vontade por parte da comunidade política do país. Na maioria dos países árabes, as comunidades islâmicas procuram manter o controle das leis e do comportamento das pessoas. Eles querem manter o povo atrelados ao cabresto da religião, mas na verdade o povo árabe não acredita mais que as leis islâmicas contribuam para o crescimento de um país como um todo, além da cúpula no poder.

É por isto que uma equipe de repórteres do "moroccoworldnews" foi até Casablanca conversar com as pessoas e 99,99% das pessoas pobres entrevistadas se mostraram desacreditadas que estas eleições mudariam de alguma forma suas vidas.

Ontem estive conversando na internet com um jovem marroquino que me perguntou:
"Ah você tem alguma notícia sobre a alguma incrívelmente famosa, grande, enorme, agradável, maravilhosa, exclusiva, fantástica eleições do regime marroquino?"
 É claro que dei boas gargalhadas, ao mesmo tempo puder ver o tamanho de suas frustrações com as chamadas para "democracia" pelo seu governo. Uma campanha similar à que Al-Assad planejava fazer até o início de 2012, mas foi frustrada pelos manifestantes que desabaram a denunciar todos os truques do regime de forma sucessiva, o que o irritou ainda mais.

O sucesso das eleições "populares" está confirmado aqui: Uma massiva manifestação para o boicote das eleições, enquanto que no vídeo posterior, as zonas eleitorais aparecem vazias.





Neste exato momento os votos estão sendo contados. O "Guardian" disse nesta manhã de sábado que o PJD (Partido da Justiça e Democracia) já comemora sua vitória absoluta logo no início da contagem, mas o resultado final sairá até o fim do dia.

Neste vídeo à seguir, um senhor é entrevistado. Ele é analfabeto, como uma grande porcentagem dos marroquinos, é muito pobre. Um pastor de ovelhas. Quando perguntado sobre sua opinião, ele respondeu que não importa qual seja o resultado:


"Em qualquer caso, os partidos políticos em Marrocos não têm credibilidade, deve ser simplesmente um governo do então "rei". 

Ele votou em branco.

Postagens mais visitadas deste blog

A nova vida do Advogado Ércio Quaresma ex-defensor do Bruno Goleiro.

Ele subiu ao topo. Tornou-se um dos defensores mais admirados no cenário jurídico. Por um contrato milionário, foi defensor do Bruno, Goleiro do Flamengo, no caso do assassinato de sua namorada Elisa Samúdio, até que foi pego se drogando em uma cracolândia na região metropolitana de Belo Horizonte.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Novembro de 2011 - 07h26min.
O Dr. Ércio Quaresma foi professor de Direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Durante mais de 20 anos de carreira, cometeu deslizes não muito comuns, em se tratando de pessoas do seu nível e de sua formação; Por outro lado foi realizou defesas espantosas, dignas de meste. Se especializou na defesa de acusados de crimes hediondos por assassinato em 1º Grau obtendo bons resultados quase sempre. Isto porque em alguns casos o criminoso era indefensável, digno de toda culpabilidade e nada mais lhe restaria a não ser a pena máxima.

Mesmo assim sua experiência na defesa de criminosos praticamente condenados foi ex…

Tecnologia: Conheça "Psiphon" cryptograma que fura bloqueios de acessos à internet contra ditaduras.

O Psiphon é o programa de código aberto desenvolvido para ser distribuído livremente para permitir que países, cujos governos censuram o uso da internet e monitoram ligações feitas com o Skype não consigam detectar a conexão.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 23 de Novembro de 2011 - 07h54min.

Tudo começou quando o Jornalista Ivan Watson da CNN recebeu uma ligação de um jovem ativista sírio de pseudo Musaab al Hussaini via Skype. Além de denunciar a situação no seu país em tempo real, ele descreveu o grau de libertação que o anti-tracker Psiphon lhe proporcionou:



A empresa
A Psiphon Inc. é uma empresa de software que decidiu investir num sistema que pudesse ser adaptado a diferentes situações no mundo. Ele pode ser adaptado de acordo com cada tecnologia de bloqueio e de vigilância utilizado pelos governos, regimes, ditaduras e reinos  no mundo, bastando que desenvolvedores estejam inclinados a utilizar seu código fonte como base da programação.
"Nós da Psiphon acreditamos que a Inter…

Nigéria: Menina de 13 anos escrava sexual de 550 homens.

Um alerta para os pais: A menina "A" tinha 13 anos quando sua tia pediu aos seus pais autorização para levá-la de Akuda, no estado de Akwa Ibom para outra cidade, sob a promessa de que receberia melhor tratamento e teria melhores condições de estudo..
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Janeiro de 2012 - 10h17min.
Segundo a fonte nigeriana "PM News", a menina contou para a polícia que após seus pais terem autorizado a sua ida para o estado nigeriano de Lagos com sua tia, esta mesma a levou para um hotel. Lá  acriança contou que ganhou uma mini-saia, vestidos do tipo "tubo" e um quarto. De acordo com o testemunho da menina ainda, sua tia conhecida apenas como "vitória", teria ensinado como se comportar com os homens.
Até então a menina contou que não entendia o que estava acontecendo "até que começaram a chegar os homens". A fonte citando a menina disse que  ela percebeu que cada uma das outras meninas levavam seus "fregueses&qu…

Aliaa Magda ElMahdy nua é desejada, perseguida, processada, linchada e morta. Um símbolo?

Ela nem se considerava bonita, muito menos sexy. Decidiu se expor como forma de denunciar de modo marcante, o abuso sexual que as mulheres egípcias sofrem, espancamentos e indiscriminação, mas no campo da religião, Aliaa Magda é tida como um monstro.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 03 de Dezembro de 2011 - 06h50min.
 De adolescente a mulher. De ativista a símbolo sexual. Sua decisão de mostrar sua foto numa numa página de blog chocou o Egito, a comunidade islâmica e o mundo árabe. Adquiriu admiração de muitas mulheres que nunca tiveram coragem para fazer o mesmo, embora tivessem desejo. Seu blog atualmente registra mais de 4.400.000 visitantes embora a impacto inicial tenha passado, sua nudez lhe rendeu muita popularidade e muitos problemas. Aliaa saiu do "Blogger" para as ruas:


Nas ruas foi odiada. Foi linchada, ficando bastante machucada. Mais tarde os linchadores descobriram que haviam espancado a moça errada. Não era Aliaa. O ódio da comunidade islâmica lhe rendeu ameaç…

Brasil: país estarrecido com corrupção presidencial faz silêncio doloroso

Nos últimos 15 anos o povo brasileiro já viu de tudo que não queria ou não esperava ver acontecendo na administração pública. Hoje um silêncio profundo e ensurdecedor ecoa pelos ares, acompanhado de lágrimas secas desesperadas, engolidas pelo choque dos graves acontecimentos da crise moral-política que a nação vive hoje - Continue Lendo e compartilhe


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro,  de Agosto de 2017

O barulho é ensurdecedor. As TVs ligadas em volumes mais elevados que o normal. Todos sintonizam seus aparelhos nos mesmos conteúdos. A reportagem vai derramando, como numa avalanche uma aterrorizante sequência de ondas de notícias trágicas e desesperadoras.

Os debates nas ruas terminaram. As opiniões já não importa. Antigos partidaristas agora não sabem mais o que defender, se direita ou esquerda. Todos estavam errados.. Dolorosa realidade vai formando uma nova onda de reações silenciosas e quase imperceptíveis. São pequenos espasmos pós-trauma. O país virou a…

Blue Whale 1 - O game da morte em nome da Baleia Azul

Blue Whale: O jogo da morte induz adolescentes ao suicídio via Redes Sociais e Skype já fez mais de 130 mortes entre Rússia e Europa, mas já tem adeptos no Brasil - Continue Lendo:


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 09/04/2017

Poderia ser uma lenda urbana.. Mas o game "Blue Whale" (Baleia Azul) se tornou viral na Europa e na Rússia (desde 2014) deixando pais e as autoridades locais em completo alerta. O game que usa basicamente as redes sociais também promove encontros e eventos fora da web, reunindo suicidas depressivos adolescentes em espantosa e crescente comunidade.

Nos últimos 3 dias as agências internacionais começaram a alertar ao mundo sobre este jogo de auto-flagelação que culmina no suicídio. Os administradores do grupo exercem grandes pressões para garantir que o grupo seja unido, confiável e fiel aos propósitos malignos a que se propõe sem questionamentos.

Uma adolescente disse ao Saulo Valley Notícias que tem a informação de que quando o …