sexta-feira, novembro 04, 2011

Liga árabe recebe Conselho Nacional da Síria - Por Saulo Valley

A Liga Árabe tem se colocado numa posição bastante difícil e deverá procurar mostrar que sua postura permanece séria e que suas propostas serão mantidas. Para ter certeza de que Al-Assad respeitará o acordo, o Conselho de Ministros tem se mostrado aberto a discussão.

Manifestantes irados com o desrespeito por Assad pelo acordo com a
Liga Árabe exibem uma gigantesca bandeira que o chama de mentiroso
Cortesia SNN de Notícias da Síria.
Por Saulo Valley -Rio de Janeiro, Sexta-Feira, 04 de Novembro de 2011. 16:15min.
Atualização: 18:05min.

Nesta Quinta, dia 03 a Liga Árabe informou em seu site oficial, em pouquíssimas palavras, que representantes do Conselho Nacional de Transição estiveram na Sede da Liga, com o Secretário Geral Dr. Nabil no Cairo conversando sobre "os desenvolvimentos na Síria."

Segundo a nota, o Dr. Nabil e a delegação da Assembléia Nacional de Transição na Síria tiveram um encontro "a nível de consultas e contatos entre o Secretário-Geral da Liga com o Governo da Síria e os partidos oficiais de oposição sírios". "revendo o conteúdo da decisão do Conselho Universitário, a nível ministerial sobre a situação na Síria e do plano de ação aprovado pela Síria e aprovado pelo Conselho Universitário" no dia anterior (dia 02).


Os representantes do Conselho também ouviram sobre "a evolução da crise na Síria e do papel atribuído ao Comité Ministerial Árabe e a Liga Árabe para ajudar a resolver a crise e acabar com a violência e fornecer proteção para os civis." De acordo com a publicação, o encontro é parte "dos preparativos para uma conferência síria de diálogo nacional".

Provavelmente a Liga tem evitado explanar detalhes do desenvolvimento das negociações para evitar especulação e intromissão de pessoas, ou grupos maliciosos, mas o site "nowlebanon" disse nesta sexta-feira que o"SNC" "Conselho Nacional da Síria exigiu o congelamento da Síria na Liga Árabe e a retirada de todos os embaixadores árabes do país."


A fonte também citou a Aljazeera como dizendo que o Conselho de Ministros deveria transferir as negociações para o Conselho de Segurança das Nações Unidas "porque a solução deve ser encontrada para acabar com derramamento de sangue na Síria."

No terreno

Enquanto isto na Síria pelo menos 4 mortos foram anunciados no início do dia. Entre os mortos, a Revolução Síria conta em sua página que uma jovem de 17 anos que foi morta "enquanto estava no terraço de sua casa depois que foi ferida nas costas por uma bala explosiva" usada pelas forças de segurança de Assad.

16h18min Agora há 20 minutos um pesado tiroteio e bombardeio tem acontecido na Academia Militar de Homs, sendo relatado pela SNN uma extensa e espessa coluna de fumaça negra, o que sugere um novo foco de rebelião no seio do exército.
Situação semelhante se dá em Bayada, outra região onde o número de militares rebeldes tem crescido nos últimos dois meses, resultando em pesados confrontos entre os dissidentes e as forças regulares.

Fortemente sitiada a cidade de Homs tem resistido e saído para demonstrações em desafio à morte, enquanto violentos bombardeios e tiros aleatórios ainda são informados por toda a região.

A propagação de seguranças por todas as principais cidades da revolução bem como a propagação fervorosa de manifestações. A SNN disse que em pelo menos três ocasiões nesta Sexta, os manifestantes conseguiram furar o bloqueio e sair para demonstrações pedindo o enforcamento do presidente Bashar Al-Assad.


A Liga Árabe divulgou em seu site, uma cópia do texto e do plano ação acordado com a Síria. Está no formato PDF e está em Árabe: http://www.arableagueonline.org/wps/wcm/connect/e7f5aa8048ed17fdbc35fd7abaae88c3/syria+11-2011.pdf?MOD=AJPERES


A SNC disse por meio de ativistas sírios que nesta Sexta:

"Todo jornalista que não pude obter um visto para a Síria, por favor notificar a Liga Árabe assim os números de fax seguintes: 00205740331 - 00205761017-00205779546.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: