terça-feira, novembro 15, 2011

Eleições políticas, uma crise global à parte.

A política mundial está sofrendo mudanças bruscas. Muitos aceitam, se adaptam ou rejeitam, vão ao extremo mas no fim tudo termina como tem que terminar, porque o comportamento das pessoas não é o mesmo que há 20 anos. Agora os anseios populares são outros.

Cortesia: "Tavis Ford"
Por Saulo Valley -Rio de Janeiro, 15 de Novembro de 2011 - 11h44min.

Resolvi dar um giro na política global neste dia que inicialmente é o comemorado o dia da Proclamação da República Federativa do Brasil.

Iémen - A Aljazeera Arabic informou que o atual presidente Saleh anunciou que estará em condições de renunciar em 90 dias. Se for verdade, será um ma nova era para o país que como a Síria tem enfrentado fuzilamentos massivos de manifestantes contra o regime e soldados dissidentes têm se levantado em oposição ao massacre, em justos 9 meses.... Que coincidência!

Síria - Hoje também completa 9 meses de revolução contra o ditador Bashar Al-Assad que reprime as manifestações com fogo pesado provocando a morte de mais de 3 milhares de pessoas. Hoje a Liga Árabe discutirá a expulsão da Síria do Conselho de Ministros e entregará o regime à justiça internacional. De início, a União Européia, segundo "Alqabas e agências", ontem lançou um novo conjunto de sanções adicionando mais 18 autoridades do regime sírio acusadas de ordenar o massacre de civis. No total 74 pessoas e 19 empresas estão na lista negra das sanções européias. Contas congeladas, vistos para a Europa e União Européia suspensos, além do congelamento dos bens de 19 patrocinadores/apoiadores do regime sírio na perseguição e massacre do seu próprio povo.

Moldávia - As eleições presidenciais no país foram suspensas porque até o último momento nenhum candidato apareceu. De acordo com o site árabe "Aleqt" citando a agência russa "Novosti" que disse que as eleições legislativas estavam marcadas para o dia 18 de Novembro mas até a data limite de hoje nenhum candidato se apresentou.

Crise alimentar no Sudão em 2005 - Cortesia: "Peter Casier"
Sudão - A guerra civil no Sudão do Norte continua em nível elevado de estresse. Mais uma vez citando a Aljazeera Arabic que informou a criação de uma nova coalizão rebelde que utilizará táticas de guerra e de guerrilha na tentativa de derrubar o então presidente Omar Al-Bashir. Bashir ainda tem 1 mandado de prisão contra ele emitido em 2008 e outro em 2009. Todos por crimes de guerra e crimes contra a humanidade emitido pelo Tribunal Penal Internacional, mas ainda está no poder. A fonte destacou uma alta crise humanitária na região.

Indonésia - Mais de 3.000 pessoas saíram às ruas clamando pela independência de Papua. A informação foi divulgada pela "thejakartaglobe" que disse que centenas de policiais se esforçaram para impedir que os manifestantes progredissem mas não puderam deter a determinação do povo que se dirigiu para as residências de autoridades locais para dar continuidade às suas exigências de que seja realizado um referendo e avisando que não há negociação sobre esta demanda.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: