segunda-feira, novembro 28, 2011

Síria: Assad longe da Mídia, enquanto exército recruta milhares.

Ontem o Exército Livre inicio uma campanha de resgate de presos. De acordo com a inteligência do exército rebelde, mais de 67 mil pessoas estão desaparecida por sequestro pelas forças de segurança ou presas em subterrâneos, escolas, fábricas de cimento, presídio, casas de detenções, estádios esportivos e outros lugares improvisados.


Represão ou castigo? Chegada de nova leva de tanques em Idlib - 27-11-11
Por Saulo Valley -Rio de Janeiro - 28 de Novembro de 2011 - 07h34min.
Atualização: 06 de Dezembro às 12h04min.

A inteligência do Exército Livre conseguiu descobrir neste Domingo que o regime sírio decidiu esvaziar as prisões no caso de aprovação da implantação de observadores no país por parte da Liga Árabe. De acordo com a fonte os presos que estavam sendo mantidos desde a revolução islâmica e presos políticos e de consciência deverão ser executados imediatamente. A inteligência informou que a ordem foi enviada para as prisões no "Ramo Palestina", "Sednaya" e "Adra" e pediu para que as Organizações de Direitos Humanos corram em socorros destas pessoas. Atualmente há cerca de 67 Mil pessoas desaparecidas entre sequestrados pelas forças de seguranças e presos. Entre os presos há crianças, mulheres, estudantes, políticos, adolescentes, idosos, ativistas, empresários e intelectuais.

Exército sírio em expansão

A média de mortes diária de soldados sírios e agentes de segurança e de inteligência é 20, sem contar com o elevado grau de deserções. Mesmo assim as tropas sírias têm se multiplicado.

Mesmo com o grande volume de rebeliões diárias, Al-Assad tem conseguido enviar milhares de soldados contra as cidades sírias sem reduzir, aliás, triplicando suas forças de ação contra as comunidades espalhadas em todo o país, independente se grandes centros urbanos, como aldeias e vilas.

O motivo é que Al-Assad, que havia declarado guerra ao povo sírio desde que sua rejeição foi confirmada, passou a contratar grande número de soldados iranianos e membros do Hezbollah, além de recrutas da própria Síria. Informantes do Exército Livre e ativistas da Síria disseram ontem à noite que agora há praticamente uma substituição do pessoal do exército sírio por mercenários estrangeiros.

Video: Recrutas do exército regular - Gravado em 08 de Maio de 2011

É claro que a Síria supostamente não deveria ter recursos para manter este nível de contratações mas ajuda internacional tem chegado secretamente tem demonstrado que sua intenção é mesmo não deixar nenhum sobrevivente ao atrito entre o povo e seu presidente.

Exército sírio faz Operações de Assalto ao comércio. Devem ser as tropas de Elite.


Há também inúmeros relatórios de ataques por emboscadas a comboios com mais de 10, 20, 30, 40 veículos, ônibus, blindados e caminhões que estão sendo destruídos, ao invés de serem reaproveitados, como no caso da Líbia. Uma fontes ligada à inteligência do exército livre revelou que comboios de carros de passeio estão entrando na Síria transportando grande número de militantes do Hezbollah à partir do Líbano.

Video: Reforço de 3 helicópteros sobrevoando a região de Dima na manhã desta segunda (28).


Exército Livre

Ontem uma muito bem sucedida ação do Exército Livre contra uma casa de detenção que matou os gardas e libertou um número de ativistas, deu sangue novo para novas buscas. Há informações de que há mais de 22.000 soldados desertores presos no complexo penitenciário em Palmyra.

08:37min - Marchando silenciosamente utilizando estratégias de guerrilha e muitas emboscadas o Exército Livre iniciou à pouco um progressão em direção à Escola Militar em Damasco após uma operação de sucesso coordenada pelo Batalhão "ala-mail" do Exército Livre a sub-unidades do exército regular que circundavam áreas residenciais na região de Dimas. Não há ainda informações sobre o número de seguranças mortos mas o Exército Livre informou que suas tropas saíram ilesas e cumpriram a missão com sucesso. O trajeto até o próximo alvo é cerca de 17 Km e a tropa partiu há cerca de 40 minutos.

Video: Confronto na madrugada entre os dois lados do exército sírio no bairro de Tlklkh.


Perdas entre os rebeldes

Mas nem tudo são flores. Neste domingo o Batalhão de "Khalid bin Waleed" confirmou a morte de um número de revolucionários na quinta-feira (24) numa operação do regime sírio para perseguir e matar soldados rebelados sírios. De acordo com departamento de informação do batalhão, o grupo de assalto liderado pelo tenente Mohammed Talas teve seu esconderijo descoberto pela inteligência síria, por volta das 06 da manhã.

Houve resistência por parte dos rebeldes e a luta durou cerca de 5 horas, com perdas em grande escala para os dois lados. Mesmo assim o exército sírio chegou em vantagem e por fim todos os rebeldes sob a liderança do tenente Mohammed Talas foram mortos, inclusive o próprio tenente.

Video do anúncio da deserção do tenente Mohammed Abdul Aziz Talas do exército sírio, e seu ingresso ao Exército Livre em 1º de Setembro deste ano. Bravo guerreiro.


Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: