domingo, outubro 23, 2011

Turkya: Tremor 7,2 de grandes proporções é o maior em 10 anos - Atualização

 - Um tremor de magnitude 7,3 acabou de ser detectado na região Nordeste da Turkya.

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 23 de Outubro de 2011 - 09h13min.
Atualização: 25-10-11 as 18h54min (GMT-3).




Atualizações dos acontecimentos na Turquia com índices subindo. Até agora foram encontrados pelo menos 366 corpos. O número de feridos permanece em 1,300, anunciou o France24 citando o Ministro do Interior Naim Shahim. A região está instável e sucessivos tremores têm acontecido desde a primeira ocorrência. Ontem à noite (23) (19:00 GMT-3) um novo abalo de 6,0 de magnitude com apenas 9km de profundidade voltou a sacudir a parte leste do país. O epicentro estava a 20 km da cidade de Van, a mais prejudicada com o primeiro tremor, onde pelo menos 100 pessoas morreram no Domingo.


35 Tremores de 23/10 a 24/10 12:53 GMT-3 
  As autoridades locais não acreditam  mais que o número de mortes possa subir muito e acreditam não há mais possibilidade de que o terremoto tenha causado mais mortes, quando antes era esperado pelo menos 1000 corpos nesta manhã de Domingo no leste da Turquia.

As buscas continuam por pessoas que ainda possam estar sob os escombros no desabamento de edifícios em Van. Segundo peritos locais, dezenas de edifícios foram à baixo, mais de 40. O temor também foi sentido na Armênia, Iran, Iraque e na Síria, de acordo com o site "wireupdate". De acordo com a fonte, citando o USGS como que informando a existência de 406 mil habitantes na área do epicentro. No momento do tremor as pessoas correram para as ruas bastante aterrorizadas. Até o momento, à contar do primeiro tremor que foi atualizado para 7,2 um total de 36 tremores foram registrados pelos sensores do USGS. Todos na mesma região do Leste da Turquia.







Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: