terça-feira, outubro 04, 2011

Síria: Rastan: 20 crianças mortas no Domingo depois que voltou ao controle de Assad - Relatório oficial

O grande foco de rebelião que aconteceu em Rastan, na semana passada trouxe muita esperança não só para o povo sírio mas para todo o mundo. Infelizmente Al-Assad enviou reforços de mais de 250 tanques além de agentes de segurança que saíram à caça de dissidentes dentro das comunidades. Violentos combates duraram mais de uma semana até que Al-Assad retomou o controle. Agora tudo voltou ao estágio anterior: Prisões, torturas e mortes... acompanhe o relatório desta Segunda, 03 de Outubro.

Apesar da repressão, manifestantes crescem por toda Rastan.
Cortesia: "Ebn Al-Rastan"
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 04 de Outubro de 2011 - 06h09min.

Foto do dia em Rastan - Cortesia:
"Coordenação cidade Yabroud "
As crianças tornaram-se símbolos da revolta popular na cidade de Rastan. Foi por meio delas que a população criou um elo de comunicação com o mundo exterior. Estes pequenos interlocutores saíram às ruas para pedir ajuda internacional, mas a crueldade domina a República Árabe da Síria ao ponto de torná-las vítimas-alvo dos ataques militares e de todas as formas de crimes hediondos contra a humanidade na região. Elas tem sido coletivamente mutiladas, estupradas e executadas à tiros de armas de guerra.

A Cordenação de Rastan enviou o relatório do fim de semana que foi publicado no site "BlogHumans" pelo ativista e membro dos direitos humanos na Síria Dr. Ahmad Joma. Este relatório de grande profundidade e precisão traz angustiantes preocupações sobre a situação da pequena e devastada cidade de Rastan com seus 65.000 habitantes populada pela maioria dos membros da grande família Farzat.


Rastan Comitê de Coordenação Local · Situação no terreno

Por Dr. Ahmad Joma - Al-Rastan, 03 de outubro de 2011 - 22:34

1. Tiros e bombas de artilharia durante toda a noite de ontem no centro da cidade
2. Chamas e subir fumaça negra de todas as ruas principais (Rua Al-Thawara) no início da manhã.
3. Grande número de postos de controle em todas as principais ruas da cidade, isto é, cada ponto de verificação (de documentos) está a 200 metros longe do outro.
4. Grande número de moradores deixaram suas casas e fugiram.
5. Ocupação de um lote de casas, saques e danificá-los por Shabiha e exército sírio.
6. Que recebemos de fontes militares que os confrontos ocorreram entre as forças Asaad e do Exército Livre nas fronteiras da cidade, onde causaram danos de batalhões de Asaad.
7. Prisões ainda continuam até o momento sem fazer distinção entre adultos e crianças.
8. Escolas estão cheias de presos que estão sendo transferidos em lotes para o ramo de segurança aérea (inteligência da força aérea que investiga os dissidentes) para serem torturados.
9. 20 crianças foram executados ontem a sangue frio. Elas foram tiradas de suas casas como pretexto de investigação e as famílias foram informadas de que seriam devolvidos mais tarde, mas eles foram assassinados perto da corporação militar.
10. Mais de 50 tanques foram enviados para Al Houla, além disso, outro grande número foi para outras cidades de Homs.
11. O autoestradas internacionais (Homs, Hama) continuam bloqueadas.
12. Entrada e saída a partir Rastan não são permitidas.

Mapa atualizado de Rastan mostra devastação
Rastan Comitê de Coordenação Local · A situação humanitária:

1. Energia elétrica e todos os tipos de comunicações estão completamente cortados, parciais de corte de água.
2. Residentes são incapazes de se mover e trazer as suas necessidades essenciais.
3. Grande número de resíduos das explosões e munições falhadas nas ruas e casas, e a propagação de danos e lixo nas ruas que ameaça a doença ocorrência e epidemia que pode matar muita gente ainda.
4. Um toque de recolher apertados na cidade que ameaça todos que se movem nas ruas.
5. Remédios para cardíacos, para diabetes e grande número de medicamentos foram perdidos como resultado da queima de farmácias por forças de segurança.
6. Os alimentos começou a ficar escassos no sexto dia de cerco, e os alimentos congelados estão estragando por falta de energia elétrica.
7. As pessoas não são capazes de obter o leite para amamentar crianças nem medicamentos para elas.
8. Todos os mantimentos e seus utensílios foram saqueados por Shabihas e forças de segurança e eles estão impedindo a entrega de ajuda humanitária para a cidade.
9. Muitas famílias estão residindo no exterior depois que suas casas foram ocupadas, e não estão sendo capazes de reconquista de suas casas e, portanto, eles são sem-teto.
10. Lojas de ouro e dinheiro foram saqueadas por Shabihas e forças de segurança durante a inspeção

Traduzido do árabe para o inglês por: Maisaa Ahmed  e do Inglês para o português por Saulo Valley.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: