terça-feira, outubro 25, 2011

Síria: Na visita da Liga Árabe massivas manifestações pró e contra Assad, greve geral e massacres aguardam 26-10-11.

O povo sírio espera ansiosamente pela visita da Liga Árabe. Ele quer se encontrar com autoridades internacionais para mostrar o tamanho de suas dores, bem como seus anseios. Quando a delegação russa veio à Síria, logo após a saída do grupo uma violentíssima resposta do presidente sírio contra seu povo que buscava chamar a atenção dos visitantes para mostrar-lhes a verdade. Foi a partir deste dia que os ativistas sírios se tornaram caças com prioridade número #1 do regime.


"Cada rato tem seu buraco" - Cortesia: "Revolução Síria"
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Outubro de 2011 - 19h17min.
Atualização: 20h42min

A greve geral na Síria já dura 7 dias e esta Quarta-feira promete ser bastantes especial. A convocação é para que absolutamente nenhum comércio seja aberto em todo o país e que as manifestações em protesto sejam de grandes proporções. Como resposta as forças de segurança já têm atacado os manifestantes para impedir que saiam de suas casas quando a delegação da Liga Árabe chegar. Em painéis a região foi citada com tendo se transformado em um campo de batalhas. O bairro além de cercado está tomado de postos de controle em cada esquina e nas saídas da cidade e muitos postos usados para conferir identidades e limitar trânsito espalhadas aleatoriamente. Mas o povo sírio está decidido a furar os bloqueios e achegar o mais perto possível da Liga e poder mostrar aos Ministros o que Assad está tentando esconder encobrindo com sangue sírio. Os manifestantes já decidiram: "Não vamos trair o sangue dos mártires."

Video: Exército livre destrói tanque utilizado pelo regime em Homs.


Chamada para
Greve Geral
26-10-2011
O Exército Livre tem avançado e ao contrário do que se esperava, suas forças tem se redobrado com a grande quantidade de rebeliões diárias nas fileiras do exército e demais forças de segurança. Uma fonte ligada à inteligência síria revelou que atualmente 80% dos Alawitas estão à favor da revolução. Disse também que há cidades que o número de dissidentes é quase o dobro do número de soldados regulares.

Hoje a página  Coordenadores da União informou que um combate entre as forças regulares e rebeldes aconteceu na região de "Ain Nsfhm" resultando na morte de dezenas de soldados pró-Assad e nenhuma morte entre os rebeldes.  A Revolução Síria disse ainda que em Horan 375 civis foram presos.

Uma grande estratégia do regime para impedir o acesso da Liga Árabe aos manifestantes será a convocação de uma gigantesca manifestação pró-Assad para que gritem seu nome.

Em Latakya, o regime sírio fez correr uma circular por todas as escolas, e prédios governamentais exigindo a presença de todos os funcionários do governo e das escolas para irem à grande manifestação em apoio ao presidente sírio Bashar Al-Assad amanhã, sob pena de responsabilidade a todos os que não comparecerem (parentes também serão obrigados a comparecer).

As ruas serão decoradas e haverá farta distribuição de material publicitário.


Video: A partir dos montes que circundam Talkalakh em Homs, soldados atiram contra casas usando armas dos tanques. Gravado hoje (25)

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: