Pular para o conteúdo principal

Translate this Page

Morre Mutassim Kadafi, Saif está ferido e Aysha está no hospital após duras notícias


O clã Kaddafi está desmoronando velozmente. Após a morte de Muammar Kaddafi, um vídeo inédito mostra o corpo do ditador após ter sido limpo e colocado sobre um colchão. Com as duras notícias chegando sucessivamente, Aysha Kaddafi, uma das mulheres mais cobiçadas da Líbia precisou ser atendida num hospital.

Snapshot de um video sem link divulgado pela Revolução Líbia hoje.
Por Saulo Valley -Rio de Janeiro, 22 de Outubro de 2011 - 07h42min.

"Este deve ser o destino de todos os políticos que praticam a corrupção, o roubo de recursos públicos, e principalmente o destino de todos os que praticam crimes contra a humanidade. Que este acontecimento histórico sirva de lição para Hugo Chávez, Fidel Castro, Ahmadinejad, Al-Assad e todos os outros que se inclinarem para o caminho da destruição da raça humana e do desrespeito pela vida alheia como um todo. Massacres de civis são inaceitáveis no jogo político" - Saulo Valley

A vingança líbia ainda tem muito o que trabalhar. Independente de quem será condenado, apesar de que o escritório dos direitos humanos das Nações Unidas informou que 45 organizações de direitos humanos exigiram a investigação pelo assassinato do ditador Muammar Kaddafi.

Particularmente, acredito que o popular que se sacrificou em uma Jihad contra a corrupção e contra o regime sangrento de kaddafi vai adorar assumir a responsabilidade pela morte do ditador. Ou seja, para quem se entregou numa ação suicida pelo fim do regime e ainda está vivo, ser condenado por matar o maior inimigo do povo, responsável por mais de 25 mil mortes de rebeldes, mulheres, crianças, idosos e trabalhadores usando-os como escudos humanos ou bombardeando-os para culpar a NATO... Será um ato de duplo heroísmo! Que Deus abençoe este ou todos os rebeldes líbios!

Família Kaddafi

Saif Al-Islam - Ontem, logo após o anúncio da morte de Kadafi, informações de que Saif Al-Islam estava fugindo para o Níger fizeram a caçada recomeçar. Ele acabou sendo ferido em uma troca de tiros com os rebeldes em Zliten. Agências dizem que a polícia internacional está apoiando a caçada aos filhos do ditador.
Há informações de que Saif Al-Slam esteja recebendo atendimento médico e esteja sob custódia do novo governo da Líbia.

Saif Al-Salam é o segundo membro da família Kaddafi mais odiado e procurado. O favorito e primogênito de 8 irmãos, ele atuava como chefe de inteligência por vezes, por outras atuava como porta-voz do regime de seu pai, apesar de nunca ter exercido qualquer cargo público, político ou militar.

Mutassim Kaddafi - corpo colocado na caminhonete.
Ele ameaçava, cedia entrevistas e anunciava estratégias para esmagar a toda a população de rebeldes líbios "como ratos", a exemplo de seu pai.

Mutassim Kaddafi - A informação da morte de Mutassim Kaddafi chegou hoje pela madrugada e foi divulgada pela "Nova Página na História da Líbia" no facebook.

A seguir um vídeo publicado mostra os últimos minutos de vida de Mutassim após ter sido ferido em troca de tiros.


Aysha Kaddafi
Aysha Kaddafi - Em uma postagem em sua homenagem no site "dailymotion" destaque para uma citação de uma declaração da musa líbia: "Aysha disse que prefere morrer que abandonar seu povo".  De acordo com agências, Aysha Kaddafi que está refugiada na Argélia desde Agosto, recebeu notícia da morte de seu pai e teria feito uma chamada telefônica para falar com ele, quando acabou tendo a confirmação por um rebelde que atendeu a chamada. Após a avalanche de notícias sobre prisões e mortes de seu pai e seus irmãos, ela teria passado mal e socorrida em um hospital próximo. Aysha era popularmente conhecida como "Embaixatriz da Paz" e a "Michelle Pfifer da Líbia".

De acordo com a Human Rigths Watch, segue a lista dos escritórios que exigiram a investigação da morte de Kaddafi:

1. Hillel Neuer, UN Watch, Switzerland
2. Yang Jianli, Initiatives for China, USA — Former prisoner of conscience, survivor of Tinanmen Square massacre
3. Amina Bouayach, Moroccan Organisation for Human Rights, Morocco 
4. María José Zamora Solórzano, Movimiento por Nicaragua (MpN), 
Nicaragua
5. Marcel Claude Kabongo, Good Govenance and Human Rights, DRC
6. Ulrich Delius, Society for Threatened Peoples, Germany
7. Bhawani Shanker Kusum, Gram Bharati Samiti (GBS), India
8. Jaime Vintimilla, CIDES, Ecuador
9. Sylvia G. Iriondo, M.A.R. Por Cuba, Mothers and Women against Repression, USA
10. Daniel Ozoukou, International Conference for Nonviolence and Democracy (CINOD), Cote d'Ivoire
11. Rajesh Tandon, Society for Participatory Research in Asia (PRIA), India
12. Yang Kuanxing, Yibao, USA
13. Obinna Egbuka, Youth Enhancement Organization, Nigeria
14. Francois Ullmann, Ingénieurs du Monde, France
15. Léonie de Picciotto, International Council of Jewish Women, Switzerland
16. Ted Brooks, Committee for Peace and Development Advocacy, Liberia
17. Valnora Edwin, Campaign for Good Governance, Sierra Leone
18. Sr Catherine Waters, Catholic International Education Office (OIEC), Belgium
19. Dickson Ntwiga, Solidarity House International, Kenya
20. Dieudonné Zognong, Fondation Humanus, Cameroon
21. Sajni M. Thadhani, Mulchand & Parpati Thadhani Foundation, USA
22. Anyakwee Nsirimovu, Institute of Human Rights and Humanitarian Law (IHRHL), Nigeria
23. Phil ya Nangoloh, NamRights, Namibia
24. Bose Iro-nsi, Women's Rights and Health Project (WRAHP), Nigeria
25. Arthur LAROK, Uganda National NGO Forum, Uganda
26. Klaus Netter, Bnai Brith International, Switzerland
27. Edward Ladu Terso, Multi Media Training Center, Sudan
28. Priscilla M Achakpa, Women Environmental Programme, Nigeria
29. Shomik Chaudhuri, Institute of International Social Development, India
30. Angel De Fana, Plantados Until Freedom and Democracy in Cuba, USA
31. Kim Nichols, African Services Committee, USA
32. C. Gautam, Nepal International Consumers Union, Nepal
33. Intigam Aliyev, Legal Education Society, Azerbaijan
34. Anne Shay, Presentation Congregation Lismore, Australia 
35. Lois J. Shapiro Canter, Women WorldWide, USA
36. Gabriel Mugaruka, Human Rights Defenders Solidarity, Uganda
37. Yael Danieli, International Society for Traumatic Stress Studies, USA 
38. Olanrewaju Suraju, Human and Environmental Development Agenda, Nigeria
39. Malcolm W. Joseph, Center for Media Studies and Peace Building (CEMESP), Liberia
40. Nzoyitazira Violette, Crisis Management Center, Burundi
41. Nyamiye Hermenegilde, Human Health Aid, Burundi
42. Heritiers de la Justice, DR Congo
43. Delly Mawazo Sesete, Research Center on Environment, Democracy, and Human Rights (CREDDHO), DR Congo
44. Abdurashid Abdulle Abiikar, Center for Youth and Democracy (CYD), Somalia
45. Raphael Wakenge Ngimbi, Initiative Congolaise pour la Justice et la Paix (ICJP), DR Congo

Postagens mais visitadas deste blog

A nova vida do Advogado Ércio Quaresma ex-defensor do Bruno Goleiro.

Ele subiu ao topo. Tornou-se um dos defensores mais admirados no cenário jurídico. Por um contrato milionário, foi defensor do Bruno, Goleiro do Flamengo, no caso do assassinato de sua namorada Elisa Samúdio, até que foi pego se drogando em uma cracolândia na região metropolitana de Belo Horizonte.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Novembro de 2011 - 07h26min.
O Dr. Ércio Quaresma foi professor de Direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Durante mais de 20 anos de carreira, cometeu deslizes não muito comuns, em se tratando de pessoas do seu nível e de sua formação; Por outro lado foi realizou defesas espantosas, dignas de meste. Se especializou na defesa de acusados de crimes hediondos por assassinato em 1º Grau obtendo bons resultados quase sempre. Isto porque em alguns casos o criminoso era indefensável, digno de toda culpabilidade e nada mais lhe restaria a não ser a pena máxima.

Mesmo assim sua experiência na defesa de criminosos praticamente condenados foi ex…

Aliaa Magda ElMahdy nua é desejada, perseguida, processada, linchada e morta. Um símbolo?

Ela nem se considerava bonita, muito menos sexy. Decidiu se expor como forma de denunciar de modo marcante, o abuso sexual que as mulheres egípcias sofrem, espancamentos e indiscriminação, mas no campo da religião, Aliaa Magda é tida como um monstro.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 03 de Dezembro de 2011 - 06h50min.
 De adolescente a mulher. De ativista a símbolo sexual. Sua decisão de mostrar sua foto numa numa página de blog chocou o Egito, a comunidade islâmica e o mundo árabe. Adquiriu admiração de muitas mulheres que nunca tiveram coragem para fazer o mesmo, embora tivessem desejo. Seu blog atualmente registra mais de 4.400.000 visitantes embora a impacto inicial tenha passado, sua nudez lhe rendeu muita popularidade e muitos problemas. Aliaa saiu do "Blogger" para as ruas:


Nas ruas foi odiada. Foi linchada, ficando bastante machucada. Mais tarde os linchadores descobriram que haviam espancado a moça errada. Não era Aliaa. O ódio da comunidade islâmica lhe rendeu ameaç…

Sahar Tabar jamais fez 50 cirurgias acabem com a Fake News - O Observador do Mundo

A jovem iraniana Sahar Tabar vem sendo ridicularizada por internautas do mundo inteiro desde que um site publicou que a "mulher iraniana teria feito 50 cirurgias pra se parecer com Angelina Jolie" mas seu rosto teria ficado deformado. Seria isto mesmo? Saiba a verdade a seguir:

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - 03 Dezembro de 2017

Sahar Tabar é uma jovem iraniana comum, que aos 19 anos vive numa ditadura islâmica radical, em que as mulheres são vistas pela maioria dos homens como apenas objeto sexual, maldição, lixo ou objeto de muitas punições e castigos em todas as áreas. Mulheres jovens bonitas nestes lugares não são apenas assediadas ou violentadas, são escravizadas e forçadas a ficar em silêncio já que não há lei que permita que ousem abrir suas bocas diante das autoridades. Muitas destas jovens são abusadas sexualmente pelos pais, pelos irmãos, vizinhos, colegas de escola, professores, colegas de trabalho e patrões, policiais e políticos. São vítimas de um siste…

A implantação e queda do comunismo socialista e o "Decálogo de Lenin"

O "Decálogo de Lenin" é um resumo do pensamento da implantação do comunismo de modo mais "social". Escrito por um brasileiro de Sorocaba, a obra, por incrível que pareça descreve exatamente a tragédia que o Brasil vive hoje sob a luz do Partido dos Trabalhadores - CONTINUE LENDO:

A "Revolução Bolivariana" era ainda um sonho de Chávez de unificar toda a América Latina sob seu comando. Ele pretendia instalar um regime comunista duro, com maior apelo social mas que culminava no empobrecimento de todas as camadas abaixo dele, e o enriquecimento exclusivo do Estado militarizado e de seus líderes.   Para isto Chávez contava com militantes de esquerda em todo o território latino, e depois do fracasso dos anos 60, finalmente nas últimas duas décadas, conseguiu colocar seus "agentes laranja" no poder em diversos países, entre eles Brasil e Argentina.

Quando o Brasil aderiu ao "Comunismo Socialista", por meio da comemorada ascensão de Luis Ináci…

Nigéria: Menina de 13 anos escrava sexual de 550 homens.

Um alerta para os pais: A menina "A" tinha 13 anos quando sua tia pediu aos seus pais autorização para levá-la de Akuda, no estado de Akwa Ibom para outra cidade, sob a promessa de que receberia melhor tratamento e teria melhores condições de estudo..
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Janeiro de 2012 - 10h17min.
Segundo a fonte nigeriana "PM News", a menina contou para a polícia que após seus pais terem autorizado a sua ida para o estado nigeriano de Lagos com sua tia, esta mesma a levou para um hotel. Lá  acriança contou que ganhou uma mini-saia, vestidos do tipo "tubo" e um quarto. De acordo com o testemunho da menina ainda, sua tia conhecida apenas como "vitória", teria ensinado como se comportar com os homens.
Até então a menina contou que não entendia o que estava acontecendo "até que começaram a chegar os homens". A fonte citando a menina disse que  ela percebeu que cada uma das outras meninas levavam seus "fregueses&qu…

Ecologia - 45 Milhões gastos e Praia de Sepetiba jamais será recuperada

O projeto de recuperação da Baía de Sepetiba parece ser um grande equívoco. Derramar areia de praia onde era manguezal não se parece com uma recuperação ambiental, onde a água apodrecida jamais será retirada, o banho absolutamente proibido e a "nova areia" produz micoses e outros problemas de saúde e as valas negras continuam fluindo normalmente. Custo da Obra: 45 Milhões de reais.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 28 de Dezembro de 2012 - 14:51 GMT-3
A situação de Sepetiba provoca tristeza e desânimo geral. Uma poluição que parece ser irreversível e deprimente. Milhares de pessoas que antes dependiam da pesca, da área de lazer na orla e do turismo local, agora sentem a triste sensação de que foram iludidas, enganadas, roubadas, desrespeitadas e ignoradas.

Está claro que não há qualquer interesse de qualquer setor do governo pela recuperação ambiental da Baía de Sepetiba e suas praias. Definitivamente não.

Os quase dois quilômetros de areia espalhados sobre a lama apodrecida…