terça-feira, outubro 11, 2011

BOMBA: Uma grande trama põe Iran na mira do mundo. Verdade ou Pretexto?

O Ministério Público dos Estados Unidos da América realizava uma investigação profunda sobre a origem das armas que abastecem o narcotráfico mexicano, o que levou a outra descoberta: Um agente infiltrado que se passava por distribuidor de drogas no México foi contratado para liderar assassinato do embaixador saudita nos Estados Unidos. Pouco tempo depois, outra bombástica descoberta: pelo menos 2000 armas entraram no México com o consentimento de políticos americanos...

Eric Holder - Foto Cortesia: "Ryan J. Reilly"
Por Saulo Valley e agências - Rio de Janeiro, 11 de Outubro de 2011 - 16h53min.
Atualização: 12-10-2011


EUA - A notícia reveladora se espalhou rapidamente pelo mundo quando o Ministério Público anunciou a prisão de dois homens acusados de estarem intimamente relacionados com a execussão do crime contra o embaixador saudita Adel al-Jubeir para os Estados Unidos. A Fox News foi a primeira agência de notícias a divulgar o texto na íntegra. Destaque para a seguinte descrição:

"WASHINGTON - Dois indivíduos foram indiciados em Nova York por sua suposta participação em um complô dirigido por elementos do governo iraniano para assassinar o embaixador saudita nos Estados Unidos com explosivos, enquanto o embaixador estava nos Estados Unidos."

Teerã - Enquanto as notícias ainda vão ganhando proporção, o governo do Iran responde que procurará falar com Washington para saber mais a respeito:

"As relações entre Irã e Arábia Saudita são baseadas no respeito mútuo, e tal acusação falsa leva a lugar nenhum e não terá nenhum efeito sobre a opinião pública". Disse "montrealgazette/AFP".
Riad - De acordo com a novas atualizações da Fox News, O governo saudita ao receber a notícia do ataque interceptado se expressou:


"A Embaixada Real da Arábia Saudita gostaria de expressar seu agradecimento aos órgãos responsáveis ​​do governo dos Estados Unidos para prevenir um ato criminoso ocorra. A trama é uma tentativa de violação das normas internacionais desprezível, normas e convenções e não está de acordo com os princípios da humanidade. "


EUA - Mas a história ainda está muito confusa. Com a mesma força que as agências de notícias falam sobre a acusação, novas notícias que supostamente incriminam alto-funcionários do governo em uma confusão relacionada à fuga de 2000 armas para o México. Entre os acusados: Eric Holder, que segundo a BBC noticiou, está sendo acusado de mentir para o Congresso americano.

"WASHINGTON - Novos documentos obtidos pela CBS mostram procurador-geral Eric Holder como tendo enviado falsos briefings sobre a operação controversa "Velozes e Furiosos" já em Julho de 2010. Que contradiz diretamente sua declaração ao Congresso."


No decorrer do dia, diversas intimações foram enviadas pela justiça e o Procurador Geral Eric Holder está sob pesada pressão. Há quem acredite que tudo não passa de uma 'novela" para que EUA ataque o Iran com apoio ou o consentimento da Arábia Saudita, em virtude das muitas razões acumuladas na última década.

No Twitter, usuários fazem piada. Até mesmo americanos torcem a cara dizendo: "mais uma guerra..."

"Oh Deus um Eric Holder quer começar mais uma guerra. Sério, cara, TERMINA as outras PRIMEIRO!" reclamou "WillSeattle"
"Sou Eric Holder. Convenientemente, os senhores da droga mexicanos também estavam envolvidos na conspiração, por isso devemos definitivamente começar uma guerra no México que não podemos ganhar" disse "jessibradshaw"

No facebook, ativistas sírios comemoram:

".... Agora foi encontrado pretexto legal para punir o Irã com o consentimento da Arábia Saudita e do Golfo será a queda dos regimes sírio e iraniano parece que vão emitir uma sentença de morte para os dois sistemas juntos."

Continua...

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: