sábado, setembro 24, 2011

Turquia: Erdogan anuncia Embargo de Armas contra Síria.

O mundo está irritado com a falta de ação dos Conselhos. Eles falam, falam, avisam, alertam... E milhares de pessoas vão morrendo pelos meios mais cruéis que se pode ter notícias. Só nesta sexta-feira o Secretário-Geral da ONU Ban Ki-moon e os primeiros-ministros David Cameron e Tayyp Erdogan reconheceram que alertas e sanções não estão funcionando mais.

Erdogan and Cameron - Cortesia  "Number 10"
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 24 de Setembro de 2011 - 08h14min.

À cada encontro entre diplomatas e o presidente Bashar Al-Assad, um novo pacote de mensagens distorcidas e contraditórias é publicado pela agência de notícias do governo sírio, a SANA.

Na última, Assad afirmou que "Venezuela estaria reafirmando seu apoio à Síria" e que o Iraque havia "desmentido a notícia de que havia pedido a Assad para demitir-se". Após o encontro com diplomatas russos, Assad divulgou que o país de Medvedev está em completo acordo com a "implementação de reformas" correntes na Síria, e que não aceita "intervenção estrangeira".

Diga-se de passagem, Mohammad Saleh(54) importante ativista que sempre dava entrevistas para os principais veículos de notícias do mundo, e encontrou-se com a delegação russa, na ocasião, está preso, incomunicável e até pode estar morto a estas alturas.

Após o encontro com a comitiva do IBAS, Assad disse que Antônio Patriota demonstrou apoio ao regime sírio na busca pelo "diálogo com a oposição (os funcionários do governo) e na implementação das reformas" após ter tido toda a explanação sobre a "realidade síria" contada pessoalmente pelo presidente Bashar Al-Assad.

Todas estas ações foram convertidas a favor de Al-Assad que continua ganhando mais tempo para matar, destruir, torturar, mutilar e trucidar. Ninguém faz mais do que falar.

Por esta razão o primeiro-ministro da Turquia Tayyp Erdogan, tendo em vista que Al-Assad está apoiando e recebendo apoio do grupo terrorista turco "PKK", e as mortes na síria ganharam um espantoso impulso, decidiu pelo "Embargo de Armas" contra a Síria. Isto veio logo após um atentado terrorista em terras turcas, mais precisamente em Ankara tendo deixado 3 mortos e 34 feridos na explosão de um carro-bomba.


Enquanto a comunidade internacional continua se omitindo, as forças militares e paramilitares a serviço de Al-Assad invadem as escolas, torturam, mutilam e matam as crianças e professores. Zombam da justiça e de todos os valores da sociedade síria pois estão protegidos pela impunidade patrocinada principalmente  pela Rússia e China.

Cameron por sua vez anunciou sanção que proíbe a importação de automóveis para a Síria. O detalhe é que não há combustível no país e que todos os veículos particulares que pertencem ao povo sírio são destruídos pelas forças de seguranças, inclusive sendo esmagados por tanques. Não sei em que aspecto esta sanção anunciada ontem, vai mudar a realidade dos massacres. Enquanto isto...

Em clima de completa descontração, sem nenhum peso na consciência estes homens se sentem intocáveis, sob a proteção de Bashar Al-Assad, que eles chamam de "deus".




"Parem de trocar seis por meia dúzia e façam alguma coisa!"

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: