terça-feira, setembro 13, 2011

Síria importa drogas e traficantes e soldados consomem em larga escala.

A violência desacerbada na síria por parte das forças de segurança tem duas razões. O descontrolado consumo de drogas para suportar as as próprias ações de crueldade contra civis e a promessa de que suas aldeias receberão posições privilegiadas no governo após cessar a revolução.

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 13 de Setembro de 2011 - 07h42min.

Em busca de respostas mergulhamos num mundo de paranóia, frenesi e aberrações das forças de segurança. A primeira pergunta é: "O que faz dos soldados sírios os mais cruéis que já se teve notícias?"

Um documento vazado do serviço secreto sírio deu os primeiros sinais do que se tornaria um tsunami de consumo de drogas nacional poucos meses depois. Este documento descreve passo-a-passo as ações do governo sírio para combater a revolta popular para que sejam seguidas pelas forças de seguranças equipadas com  armas de fogo ou armas não-letais:

"Fazendo uso de alguns contrabandistas e criminosos, inundando o lugar com eles e criando um estado de caos."
A forma que o governo sírio de Al-Assad encontrou para desacreditar os manifestantes, foi acusando-os de alto consumo de drogas e para isto, ele importou traficantes e carregamentos em volumes impressionantes de todas as espécies de drogas e armas. A primeira leva de drogas foi comprada para incriminar a Rede de Notícias Aljazeera Internacional de tráfico de drogas:



"Forças de segurança sírias anunciaram que encontraram pilhas de drogas alucinógenas que foram produzidos e fornecidos pelo canal de notícias Al Jazeera International. A prova?? Os sacos de plástico têm a logo da Al Jazeera impresso neles."

À partir deste dia muitas e muitas gravações foram produzidas para convencer à opinião internacional de que o derramamento de sangue na síria era provocado por combate entre traficantes palestinos e as forças de segurança e que os manifestantes utilizavam vasta quantidade de drogas.


Sob tortura descomunal muitos até acabaram confessando o crime.

Pergunta: Após a gravação deste vídeo que é hilário, para onde foram as drogas utilizadas no cenário?


Em minhas pesquisas na internet descobri um canal do youtube que é alimentado pelo ministério das comunicações da síria. O primeiro vídeo que encontrei já explicou porque os soldados demonstraram tanto amor pelo país no vídeo seguinte:


A estratégia de publicidade para o recrutamento de soldados vem com a proposta de sensualidade e a promoção do uso das drogas livremente. Isto esclarece o que faz um soldado sírio para suportar esmagar crianças, mulheres, adolescentes e idosos de seu próprio país sem sentir remorso.  No primeiro momento eles superarão a pressão mas no mínimo dois grande problemas humanitários estão sendo criados a partir desta prática:
  1. Uma geração de consumidores dependentes de drogas de modo desenfreado por todo o país.
  2. Isto culminará numa crise de suicídios tempos depois da crise política. Estes jovens, homens e mulheres jamais serão os mesmos. Se somados com a avançada degradação psíquica que o povo sírio tem sofrido, Al-Assad ao sair, deixará um país de drogados e de pessoas psicologicamente enfermas.
Em seu canal de youtube e facebook a "Garota Síria - Exército Sírio Árabe" descreve suas relações que antes eram negadas:



Na próxima matéria revelaremos como funciona atualmente o esquema de capitalização da síria e dos mercenários Shabihhas.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: