quinta-feira, setembro 01, 2011

HAMA: Ex-secretário Geral apresenta lista de denúncias contra Al-Assad ATUALIZADO

Nesta Quarta-feira (31) o Secretário Geral da província de Hama Mohammed Adnan Bkour anunciou sua demissão voluntária e a sua pública adesão à revolução popular da síria gravada em um vídeo que foi largamente divulgado na internet. Ele testemunhou e denunciou um número de crimes praticados pelo presidente Bashar Al-Assad e seus capangas.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 01 de Setembro de 2011 - 10h39min.
Atualizado em 02-09-11 as 11h57min.

O (CCLSy) Comitê de Coordenação de Locais da Síria divulgou a lista que explica o motivo de suas demissão:

  1. A morte de 72 manifestantes pacíficos e ativistas políticos presos e enterrados em valas comuns perto de uma área da segurança militar em Hama.
  2. Os 420 corpos enterrados em valas comuns em praças públicas por forças de segurança e os "Cbihh". Ao ex-Secretário foi exigido que emitisse um documento que atestasse que os mortos pertenciam a gangues armadas. 
  3. Ele confirmou oficialmente o que já era denunciado pelos manifestantes: A detenção arbitrária de manifestantes pacíficos.
  4. Também denunciou que pelo menos 320 pessoas foram mortas sob torturas praticadas por diversos níveis da segurança além de enterrar por iniciativas próprias 17 delas no "cemitério verde".
  5. Ele denunciou o exército como tendo demolido casas de moradores em Hamídia e a CCLS disse que ele informou os nomes dos criminosos: 
  • Ministro do interior Mohammad Alsh'ar (ordenou pessoalmente o genocídio em Hama).
  • Brigadeiro Mohammad Muflih (chefe da Segurança Militar em Hama)
  • Brigadeiro Abdul-Hamid Idris
  • Tenente Naji Alsabbag (Chefe da Inteligência Aérea eem Hama)
  • Brigadeiro Jihad Hassan (Chefe da Segurança de Estado em Hama)
  • Brigadeiro Hossan Luke (Chefe da Segurança Política de Hama)
  • Brigadeiro Ibrahim Al-Kalifa (Vice-diretor de Polícia em Hama)
  • Tenente Coronel Mohammad Ahmed Malhees e Wateeq Kengo
  • 1º Tenente Shady Heneid e Suliman Jumma (Supervisor de Tortura da Prisão Central em Hama)
  • 1º Tenente Hamiz Ali e o Coronel Suhail Suliman e o Assistente Anwar Hassan

O General termina dizendo: Este são os fatos que aconteceram ainda estão acontecendo em Hama.

Atualização: Cópia do documento original que comprova a participação 
do Líbano no envio de seguranças para reforças as forças de 
opressão da Síria. Cortesia: O.N. Direitos Humanos da Síria.
Por sua vez, o Comité de Advogados para a Liberdade da Síria está acompanhando os depoimentos e coletando documentos e provas testemunhais para serem apresentadas à justiça no seu tempo disse a "Comissão advogados Síria" ontem.

Mais uma prova registrada em vídeo sobre os crimes de Bashar Al-Assad. Publicado hoje.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: