quinta-feira, setembro 29, 2011

Síria: Estupro de Criança em Douma e Embaixada americana cercada por pró-Assad.

A violência síria não tem limites, muito menos explicação lógica. Uma série de acontecimentos impactantes eclodiram por todo o país, deixando o mundo abismado:


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 29 de Setembro de 2011 - 17h58min. Atualização: 19h36min.

Embaixada Americana- A diplomacia síria ganhou um novo estágio. O atrito entre a América e o presidente Bashar Al-Assad ganhou mais um grau de acentuação, quando o Embaixador Robert Ford teve seu escritório invadido. Um grupo de pelo menos 100 manifestantes pró-Assad iniciaram um ataque utilizando pedras e tomates, informou o site árabe "alrai". A fonte, citando uma testemunha ocular que teria dito que o grupo cantava slogans contra os Estados Unidos. Apersar de terem atacado a comitiva do embaixador americano, ninguém ficou ferido. No lado de fora do prédio, os manifestantes permaneceram protestando e era cerca de 08:00 GMT.

No interior da Embaixada, o Embaixador Robert Ford iniciou uma reunião com um dos representantes da oposição síria, Hassan Abdel Azim. De acordo com a fonte, a reunião durou cerca de 2 horas.

Reconhecimento líbio - O governo de transição da Líbia deu o ponta-pé inicial para fortalecer os manifestantes que lutam pelo fim do massacre contra civis e o regime Assad, reconhecendo a Assembléia Nacional de Transição como representante legítima do povo Sírio. Segundo testemunhas e importantes ativistas, a notícia foi divulgada pela TV Líbya Free, nesta Quarta-feira.

Dissidentes matam 80 "Cbihh" - A batalha feroz que tem sido travada entre dissidentes e as forças pró-Assad em Homs e Rastan ganhou nova perspectiva, quando o Exército Livre anunciou que o Batalhão "Al Harmoush" no Canto do Monte em uma violenta batalha libertou pelo menos 26 estudantes que haviam sido presos depois que decidiram que só voltariam às aulas depois que Bashar Al-Assad deixasse o poder, informou o site "youm7" e ativistas em contato com o "Saulo Valley Blog". A agência Al-Arabiya ainda informou que a maioria dos soldados "Cbihh" mortos eram snipers. A campanha contra o massacre de civis iniciada pelos dissidentes se espalhou por Hama, Homs, Deir Al-Zour, Damasco, Aleppo, Latakia, Banyas, Idlib, Kameshli e outras regiões pouco conhecidas no ocidente.

18h43min: Há 6 minutos foi divulgada a informação de que um reforço de pelo menos 200 tanques pro-Assad entraram em Rastan nesta tarde de Quinta-feira.

20h34min: Caças estão bombardeando Rastan e soldados pró-regime estão prendendo civis e usando como escudo humano na luta contra dissidentes.

20h40min: Número de "Cbihh" atiradores pró-Assad sobe para 88, diz governo sírio.

Agências de notícias anunciam que pelo menos 17 civis morreram hoje e 10 dissidentes. Enquanto os sírios vão buscando retirar forças de onde não tem, eles continuam pedindo a ajuda da NATO, pelo menos para impedir que tanques e aeronaves sejam utilizadas contra a população. Ontem em Rastan caças sírios estavam quebrando a barreira do som em baixa altitude para atingir os manifestantes. Ainda Shabihas estavam violando túmulos para expor os corpos dos manifestantes.


Video gravado por um dos Shabihas mostra que eles estão violando os
túmulos dos manifestantes.


Criança Violentada

Ainda buscando provocar desesperadamente uma reação armada do povo sírio, as forças de segurança apelam para truques cada vez mais sujos. A notícia de que uma menina foi abusada sexualmente na cidade de Douma nesta Quinta, deixou os sírios cheios de ódio, ao mesmo tempo anunciaram que permanecerão firmes na promessa de manter a manifestação contra o regime em tom pacífico até o fim.

De acordo com familiares e amigos da adolescente, que cursava o ensino médio, ela foi seqüestrada e estuprada quando à caminho da escola. Os populares disseram que a jovem que não pode ter seu nome citado, foi encontrada nos pomares que rodeiam a cidade. Ativistas disseram que ela foi encontrada em estado crítico de saúde. Ela teve suas roupas rasgadas e estava à beira de um colapso. A população de Douma, que em grande parte pertence à família da adolescente, exige que o crime seja investigado.

OBS: O crime de estupro não é uma prática comum na síria. Por pior que seja o criminoso, ele jamais se utilizaria desta arma, considerada de nível mais baixo que um ser humanos poderia atingir. Por este motivo, todos concordam que os "Shabihas", que são os únicos estrangeiros por estas terras, e que haviam isolado aquela região no mesmo horário que o crime aconteceu, são os únicos suspeitos. Eles também são acusados de estuprarem cerca de 400 mulheres sírias no acampamento de refugiados em Hatay, na Turquia, próximo da época em que Angelina Jolie esteve por lá. Como resultado, 250 mulheres estão grávidas destes monstros.

Enquanto a violência sobe rapidamente de nível no país, multidões cada vez maiores saem às ruas para pedir o fim do regime de Al-Assad. Toda a Síria se encontra agora concentrada em retirar Assad do poder e julgá-lo por todos estes crimes, juntamente com todos os seus seguidores.

Situação Humanitária

Em Rastan a situação está insuportável. Falta água, comida, remédios e leite para as crianças. Não há como tratar dos feridos, nem como alimentá-los.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: