Pular para o conteúdo principal

Translate this Page

Síria: Caçada sangrenta a ativistas e sobe para 50 civis mortos na Sexta.

Assad precisa ser parado. A violência é acima de tudo inexplicável, inaceitável e fútil. Sem o menor propósito, seguindo por um caminho que jamais uma autoridade havia seguido, Bashar Al-Assad demonstra que nunca soube ser contrariado. Pesados bombardeios, prisões massivas, torturas até a morte e muitas fugas têm tido registros diários. 


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 19 de Setembro de 2011 - 06h42min.

Ontem apesar da gigante violência contra os manifestantes, eles saíram às ruas para protestar contra o uso das escolas e suas respectivas salas de aulas como prisões populares e salas de torturas.

O povo sírio, que demonstra decepção com a falta de ação internacional, ainda espera que de súbito haja uma mudança, antes que todo o povo seja completamente dizimado. Numa queda de braço para ver quem permanecerá até o final, o povo sírio e Bashar Al-Assad disputam cada metro quadrado do país e cada novo adepto da opinião internacional. Cada um usa as armas que melhor lhe convém. Cada um procura sobreviver a seu modo. Quando milhares de vozes se unem pelo fim do regime, imediatamente as vozes de milhares de tiros e explosões são percebidos na direção dos manifestantes.

Video: pequena multidão de milhares de pessoas conduzem um velório de 4 mártires sírios na Sexta-feira em Idleb.


Povo de Homs protesta contra o uso das escolas como base militar para prisões e torturas.


Este problema é cultural e a violência nas escolas já acontecia muito antes dos protestos. Este vídeo foi postado na web em 2005. As professoras usam as mesmas técnicas de punição que hoje os soldados sírios imitam:



A novidade que nem quero mostrar é que os manifestantes estão tendo seus escalpos sendo arrancados.

Postagens mais visitadas deste blog

Aliaa Magda ElMahdy nua é desejada, perseguida, processada, linchada e morta. Um símbolo?

Ela nem se considerava bonita, muito menos sexy. Decidiu se expor como forma de denunciar de modo marcante, o abuso sexual que as mulheres egípcias sofrem, espancamentos e indiscriminação, mas no campo da religião, Aliaa Magda é tida como um monstro.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 03 de Dezembro de 2011 - 06h50min.
 De adolescente a mulher. De ativista a símbolo sexual. Sua decisão de mostrar sua foto numa numa página de blog chocou o Egito, a comunidade islâmica e o mundo árabe. Adquiriu admiração de muitas mulheres que nunca tiveram coragem para fazer o mesmo, embora tivessem desejo. Seu blog atualmente registra mais de 4.400.000 visitantes embora a impacto inicial tenha passado, sua nudez lhe rendeu muita popularidade e muitos problemas. Aliaa saiu do "Blogger" para as ruas:


Nas ruas foi odiada. Foi linchada, ficando bastante machucada. Mais tarde os linchadores descobriram que haviam espancado a moça errada. Não era Aliaa. O ódio da comunidade islâmica lhe rendeu ameaç…

A implantação e queda do comunismo socialista e o "Decálogo de Lenin"

O "Decálogo de Lenin" é um resumo do pensamento da implantação do comunismo de modo mais "social". Escrito por um brasileiro de Sorocaba, a obra, por incrível que pareça descreve exatamente a tragédia que o Brasil vive hoje sob a luz do Partido dos Trabalhadores - CONTINUE LENDO:

A "Revolução Bolivariana" era ainda um sonho de Chávez de unificar toda a América Latina sob seu comando. Ele pretendia instalar um regime comunista duro, com maior apelo social mas que culminava no empobrecimento de todas as camadas abaixo dele, e o enriquecimento exclusivo do Estado militarizado e de seus líderes.   Para isto Chávez contava com militantes de esquerda em todo o território latino, e depois do fracasso dos anos 60, finalmente nas últimas duas décadas, conseguiu colocar seus "agentes laranja" no poder em diversos países, entre eles Brasil e Argentina.

Quando o Brasil aderiu ao "Comunismo Socialista", por meio da comemorada ascensão de Luis Ináci…

A nova vida do Advogado Ércio Quaresma ex-defensor do Bruno Goleiro.

Ele subiu ao topo. Tornou-se um dos defensores mais admirados no cenário jurídico. Por um contrato milionário, foi defensor do Bruno, Goleiro do Flamengo, no caso do assassinato de sua namorada Elisa Samúdio, até que foi pego se drogando em uma cracolândia na região metropolitana de Belo Horizonte.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Novembro de 2011 - 07h26min.
O Dr. Ércio Quaresma foi professor de Direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Durante mais de 20 anos de carreira, cometeu deslizes não muito comuns, em se tratando de pessoas do seu nível e de sua formação; Por outro lado foi realizou defesas espantosas, dignas de meste. Se especializou na defesa de acusados de crimes hediondos por assassinato em 1º Grau obtendo bons resultados quase sempre. Isto porque em alguns casos o criminoso era indefensável, digno de toda culpabilidade e nada mais lhe restaria a não ser a pena máxima.

Mesmo assim sua experiência na defesa de criminosos praticamente condenados foi ex…

Nigéria: Menina de 13 anos escrava sexual de 550 homens.

Um alerta para os pais: A menina "A" tinha 13 anos quando sua tia pediu aos seus pais autorização para levá-la de Akuda, no estado de Akwa Ibom para outra cidade, sob a promessa de que receberia melhor tratamento e teria melhores condições de estudo..
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Janeiro de 2012 - 10h17min.
Segundo a fonte nigeriana "PM News", a menina contou para a polícia que após seus pais terem autorizado a sua ida para o estado nigeriano de Lagos com sua tia, esta mesma a levou para um hotel. Lá  acriança contou que ganhou uma mini-saia, vestidos do tipo "tubo" e um quarto. De acordo com o testemunho da menina ainda, sua tia conhecida apenas como "vitória", teria ensinado como se comportar com os homens.
Até então a menina contou que não entendia o que estava acontecendo "até que começaram a chegar os homens". A fonte citando a menina disse que  ela percebeu que cada uma das outras meninas levavam seus "fregueses&qu…

Ecologia - 45 Milhões gastos e Praia de Sepetiba jamais será recuperada

O projeto de recuperação da Baía de Sepetiba parece ser um grande equívoco. Derramar areia de praia onde era manguezal não se parece com uma recuperação ambiental, onde a água apodrecida jamais será retirada, o banho absolutamente proibido e a "nova areia" produz micoses e outros problemas de saúde e as valas negras continuam fluindo normalmente. Custo da Obra: 45 Milhões de reais.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 28 de Dezembro de 2012 - 14:51 GMT-3
A situação de Sepetiba provoca tristeza e desânimo geral. Uma poluição que parece ser irreversível e deprimente. Milhares de pessoas que antes dependiam da pesca, da área de lazer na orla e do turismo local, agora sentem a triste sensação de que foram iludidas, enganadas, roubadas, desrespeitadas e ignoradas.

Está claro que não há qualquer interesse de qualquer setor do governo pela recuperação ambiental da Baía de Sepetiba e suas praias. Definitivamente não.

Os quase dois quilômetros de areia espalhados sobre a lama apodrecida…

Movimento "Taquara da depressão" pede pra não sair pra rua.

Em um comunicado via Facebook, o "Movimento Taquara da Depressão", que organizou os protestos com a intenção de dar voz aos moradores da região, denunciou que várias facções locais se desafiaram mutuamente para um duelo durante a passeata, disse a liderança, que pediu para que os manifestantes não saiam para protestar. A organização condenou o quebra-quebra e afirmou que a manifestação ainda não foi autorizada.

Adicionado por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio, 21 de Junho de 2013 - 15:52 GMT-3
Carta Aberta ao povo da Taquara e adjacências:
Esclarecimento sobre o protesto na taquara:

Na Segunda-feira, anunciamos aqui na página uma manifestação aqui no bairro, que seria na sextafeira, organizada pelo tanque/pechincha da depressão. Nós, da Equipe Taquara da Depressão, achávamos que seria uma boa um protesto mais perto da região, para que o pessoal daqui pudesse mostrar sua indignação com o governo, o aumento das passagens, falta de investimento... ACHÁVAMOS.

O problema ma…