quinta-feira, setembro 08, 2011

IRAN patrocina Síria, mas condena massacre e condena seus presos com drogas à forca.

Uma dupla identidade se revelou agora no país chamado IRAN. Foi o Iran que anunciou o empréstimo de 5,8 Bilhões  para socorrer a Síria no momento em que as sanções estavam enfraquecendo o regime e os protestos ganharam impressionante força.  

Syria Damascus Douma Protests 24-04-11 - Cortesia: syriana2011
Por Saulo Valley- Rio de Janeiro, 08 de Setembro de 2011 - 16h37min.

Sem combustível para o consumo próprio, Ahmadinejad emprestou 290 barris de petróleo por mês a Al-Assad para que seus tanques voltassem a circular pelo país.  Ele ainda cedeu reforços "para ajudar a proteger as fronteiras sírias das fugas de divisas" que estavam empobrecendo o regime.

Com reforços de estrategistas no combate a revoluções, tanques com combustível de sobra e ajuda armamentista da China e da Rússia, Al- Assad passou a realizar os mais brutais ataques contra a população síria ao ponto de realizar aquele horrível e marcante massacre de Homs. No massacre de Latakya os estrategistas que o Iran utilizou para esmagar a revolução de 2009 e os 400 ativistas, estavam liderando junto com o serviço secreto sírio. Os ataques ficaram mais violentos e as torturas mais bárbaras. As mortes mais bizarras ainda.

A Rússia se manifestou contra a violência e a mídia adorou, mas continua apoiando o regime, assim como a China.

Então qual o motivo para se levar em conta o discurso de Mahmoud Ahmadinejad cinco dias depois de ter deflagrado a mais nova onda de protestos pelo fim do regime em seu país?

Este filme até parece ser sírio mas é iraniano e aconteceu no dia 03 de Setembro de 2011



Na Sexta-feira passada cerca de 50 Mil pessoas estiveram nas ruas e enfrentaram a tropa de choque enquanto eram supervisionados por franco-atiradores nos telhados dos prédios. Eles não atiraram. Assim como na primeira semana de protestos pacíficos na síria. Mesmo assim mais de 200 manifestantes foram presos. Dentre os condenados à forca, há muitos manifestantes que sem direito a advogados, recebem a acusação de tráfico de drogas e vão direto para a condenação mortal.

Mera coincidência que o jovem Ehshan Shabani de Kamel da região de Vila Eslanik em Salmas foi enforcado no pátio da prisão Qazvin no dia 03 de Setembro. No mesmo dia da manifestação...

Este incidente foi informado por ativistas de Direitos Humanos no Iran. E no dia 06 de Setembro o Secretário de Defesa dos Estados Unidos afirmou que a revolução popular iraniana é só uma questão de tempo.


...E o povo da Pérsia já anunciou que no dia 18 de Setembro haverá um evento com chamada nacional para ir às ruas pedir o fim do regime pacificamente. Não se sabe exatamente quanto tempo esta paz poderá durar, uma vez que a revolução síria se encontra emperrada, muitos estão achando mais eficiente seguir os moldes da Líbia...  Mas o oficial de contraterrorismo da CIA Jonh Kiriakou avisa: 

"Intervenção militar internacional está fora de questão. A NATO entrou na Líbia, com dinheiro do Qatar e apoio da Liga Árabe, não existe tal mandato na Síria. Os sírios terão que ir sozinhos." "huffingtonpost"
Deste modo, para quem sabe ler... está dado o recado. Vai que todos os países árabes decidam retirar suas revoluções da manga e começar a pôr em prática contando exclusivamente com a ajuda internacional que está praticamente falida economicamente?

Aliança

O que pouca gente sabe é que Bashar Al- Assad esteve secretamente no Iran em 13 de Agosto deste ano.


Nesta Quinta-feira também o Iran se manifestou contra a instalação de um escudo antiaéreo da OTAN na fronteira turca. O porta-voz dos negócios Estrangeiros iraniano disse que este é um processo de "militarização da região e que provocaria uma corrida armamentista".

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: