domingo, agosto 14, 2011

Síria: Latakya sofre o pior bombardeio. Marinha se prepara para atacar.

Testemunhas oculares e em contato com ativistas locais disseram que nesta noite em Latakya tem acontecido o segundo mais pesado bombardeio sobre uma cidade síria desde o início dos protestos em Março. Segundo as testemunhas, apenas o bombardeio em Homs superou até o momento a intensa chuva de munição real lançada sobre a população e suas residências. Ainda em Latakya, a ponte que liga Al-Balad e Al-Raml Alfilastini região vizinha de al-Shaab Masbah foi incendiada para impedir tráfego.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 14 de Agosto de 2011 - 21h48min.

Fontes sírias disseram que uma fonte segura de Israel confirmou que o presidente Barack Obama enviou uma mensagem para o presidente sírio Bashar Al-Assad dizendo que o prazo para a retirada do exército das ruas é de 15 dias. A mesma fonte afirma que aSíria enviou 3 batalhões de tanques e 1 companhia de artilharia da 3ª Divisão para fechar o cerco sobre os manifestantes em Hama e Homs. Ele informou ainda que outra divisão teria sido enviada para Damasco com o mesmo fim. A fonte citou uma fonte noticiosa iraniana que confirmou que o ministro Edorgan que teria dito:
"a Turquia deve deixar a Síria se tornar uma democracia no seu próprio ritmo." Nenhuma intervenção militar direta. Talvez alguns 'iniciativas diplomáticas'.

O aumento do uso de armas de exclusividade do exército com calibres cada vez maiores tem sido notado.  Ainda mais o RPG. Um lança-foguetes de mão que tem um elevado poder explosivo. A má novidade veio dar à praia de Latakya: Barcos de artiilharia da marinha síria se preparam bombardear a cidade.






A revolta tem subido patamares inimagináveis.



Em  Deir Azour foi relatado um tiroteio contra a população com mais de 1 hora de duração. Houve reação de dissidentes do Exército Livre e os jovens das aldeias locais que resultou na morte de 14 soldados do exército e 7 guardas de segurança da categoria "Cbihh", que usam apenas cacetetes.


Durante o dia, a ação das forças de segurança à paisana trouxe desespero aos moradores.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: