Pular para o conteúdo principal

Translate this Page

Síria prende jornalista um dia depois que entra em vigor a Lei que proíbe prisão de jornalistas

O dia 28 de Agosto de 2011 deveria ser um dia memorável no país. Um dia em que finalmente haveria democracia suficiente para que os sindicatos, empresas e profissionais de jornalismo pudessem exercer com mais dignidade sua profissão. Mas no primeiro dia após a lei ter entrado em vigor, o governo da Síria prende o jornalista econômico Abdul Salam Amer.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 31 de Agosto de 2011 - 06h44min.

Enquanto o mundo pressiona a Síria pelo fim do derramamento de sangue inocente, a resposta de Al-Assad é que está determinado a "implementar reformas profundas". Estas reformas simplesmente não existem. Parece que há uma constituição paralela a que é apresentada para o mundo.

A exemplo da Lei de emergência que durou 48 anos e no dia seguinte após ter sido suspensa mais de 400 pessoas foram presas em Daraa e Damasco. Naquela semana foi encontrada duas valas comuns em Daraa no período que esteve ocupada pelo exército sírio. Hoje, mais de 4 meses depois as prisões em massa e aleatórias são diárias e noturnas, para ser bem específico!

Mais de 15.000 pessoas inclusive crianças, mulheres e idosos, advogados, políticos, médicos, ativistas, estudantes universitários e trabalhadores em geral continuam presos. Ainda há os 22.000 militares dissidentes presos. Muitos já foram executados após pesada tortura.

O site DP News em suas várias paginas que tratam da nova lei em "vigor?"  desde o Domingo dia 28 citou a visão do jornalista sírio Haswani Khalid sobre a nova lei:

"Mais instituições de mídia devem ser autorizadas na função de quebrar qualquer monopólio de mídia  ... Falar em inglês nos meios de comunicação deve ser licenciado com o objectivo de transmitir a voz e imagem da Síria para o Ocidente de uma forma cultural"
Jornalista Abdul Salam Amer
preso em 29-08-11.
no Dia do Eid Al-fitr
O site de notícias estatal SANA comentou:
"Por sua vez, o jornalista Abdul Salam Amer salientou a necessidade de que a nova lei deve reviver o papel da União Jornalista na defesa dos direitos dos jornalistas, a definição de critérios adequados para o trabalho de mídia e criação de tribunais independentes que são especializados em questões de jornalismo."
Isto é mais que prova de que as propostas de reforma do governo sírio não são sérias. Sérias mesmo são as incursões nos bairros, os bloqueios dos acessos às cidades, a mortandade de civis de todas as idades, classes sociais e religião, a situação de carência humanitária no país, os direitos humanos violados, as desgraça que assola os hospitais, escolas e lares.

Em sua análise sobre a situação da crise na síria e as abusivas prisões a HRW ( Organização Mundial dos Direitos Humanos) na voz de Meenakashi Ganguly que é diretora da Human Rights Watch do Sul da Ásia lamentou:

"a delegação do IBAS (Índia, Brasil e África do Sul) esteve em Damasco mas ficou  impossibilitada de viajar ao redor e ver por si mesmo a evidência da brutalidade do governo em Hama, Daraa e Deir ez-Zor, ou para visitar centros de detenção transbordando na Síria. Em vez disso permitiram que a Síria se escondesse por trás do que ela afirma ser "interferências estrangeiras e as campanhas enganosas de mídia", Human Rights Watch acredita que IBAS deve pressionar a Síria para cumprir com a demanda do Conselho de Segurança para acabar com os ataques contra os manifestantes pacíficos e cooperar plenamente com o Gabinete do Alto Comissariado para os Direitos Humanos, que vem investigando os abusos e violações na Síria."
Para explicar a falta de reação dos três países que compõem o IBSA Meenakashi Ganguly disse:


"Enquanto uma declaração da IBSA disse que a delegação havia pedido o fim imediato de toda a violência", e recomendou "o respeito pelos direitos humanos e direito internacional dos direitos humanos", o governo sírio prontamente retratou a visita de forma diferente. De acordo com a Agência de Notícias Árabe Síria (estado da Síria media organização), a delegação concordou que havia uma "campanha visando a Síria no Conselho de Segurança da ONU", e tomou uma posição firme contra qualquer ingerência nos assuntos internos da Síria.
É um problema que muitas vezes surge quando se envolver com governos abusivos."

Toma na cara Brasil!

Postagens mais visitadas deste blog

A nova vida do Advogado Ércio Quaresma ex-defensor do Bruno Goleiro.

Ele subiu ao topo. Tornou-se um dos defensores mais admirados no cenário jurídico. Por um contrato milionário, foi defensor do Bruno, Goleiro do Flamengo, no caso do assassinato de sua namorada Elisa Samúdio, até que foi pego se drogando em uma cracolândia na região metropolitana de Belo Horizonte.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Novembro de 2011 - 07h26min.
O Dr. Ércio Quaresma foi professor de Direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Durante mais de 20 anos de carreira, cometeu deslizes não muito comuns, em se tratando de pessoas do seu nível e de sua formação; Por outro lado foi realizou defesas espantosas, dignas de meste. Se especializou na defesa de acusados de crimes hediondos por assassinato em 1º Grau obtendo bons resultados quase sempre. Isto porque em alguns casos o criminoso era indefensável, digno de toda culpabilidade e nada mais lhe restaria a não ser a pena máxima.

Mesmo assim sua experiência na defesa de criminosos praticamente condenados foi ex…

Tecnologia: Conheça "Psiphon" cryptograma que fura bloqueios de acessos à internet contra ditaduras.

O Psiphon é o programa de código aberto desenvolvido para ser distribuído livremente para permitir que países, cujos governos censuram o uso da internet e monitoram ligações feitas com o Skype não consigam detectar a conexão.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 23 de Novembro de 2011 - 07h54min.

Tudo começou quando o Jornalista Ivan Watson da CNN recebeu uma ligação de um jovem ativista sírio de pseudo Musaab al Hussaini via Skype. Além de denunciar a situação no seu país em tempo real, ele descreveu o grau de libertação que o anti-tracker Psiphon lhe proporcionou:



A empresa
A Psiphon Inc. é uma empresa de software que decidiu investir num sistema que pudesse ser adaptado a diferentes situações no mundo. Ele pode ser adaptado de acordo com cada tecnologia de bloqueio e de vigilância utilizado pelos governos, regimes, ditaduras e reinos  no mundo, bastando que desenvolvedores estejam inclinados a utilizar seu código fonte como base da programação.
"Nós da Psiphon acreditamos que a Inter…

Last Day On Earth - Top dicas pra você sobreviver neste mundo caótico

O Rio de Janeiro está sitiado e precisa de um milagre político - O Observador do Mundo

Pior que cair num precipício sem ter percebido o perigo antes, é andar na direção dele sabendo que não tem opção - Continue lendo

Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 07 de Julho de 2016

A cidade do Rio de Janeiro está em total desespero. Por todas as redes sociais estão visíveis as manifestações de angústia, sentimento de opressão, pressão psicológica e amargura de saber que nossa cidade poderá continuar debaixo do jugo das máfias e milícias, crime organizado e seitas religiosas cujas atividades já cansaram de estarrecer o país.

O pior de tudo é que todo este pesadelo virá sobre a cidade por voto popular, isto porque a atual política não oferece um candidato acima de qualquer suspeita. Todos são suspeitos de trabalhar em função dos grupos que representam e potencialmente explorarão todos os recursos da cidade em detrimento de interesses particulares. Um vício político que se enraizou na antiga "Cidade Maravilhosa" até que se tornou num "Curral Ele…

Aliaa Magda ElMahdy nua é desejada, perseguida, processada, linchada e morta. Um símbolo?

Ela nem se considerava bonita, muito menos sexy. Decidiu se expor como forma de denunciar de modo marcante, o abuso sexual que as mulheres egípcias sofrem, espancamentos e indiscriminação, mas no campo da religião, Aliaa Magda é tida como um monstro.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 03 de Dezembro de 2011 - 06h50min.
 De adolescente a mulher. De ativista a símbolo sexual. Sua decisão de mostrar sua foto numa numa página de blog chocou o Egito, a comunidade islâmica e o mundo árabe. Adquiriu admiração de muitas mulheres que nunca tiveram coragem para fazer o mesmo, embora tivessem desejo. Seu blog atualmente registra mais de 4.400.000 visitantes embora a impacto inicial tenha passado, sua nudez lhe rendeu muita popularidade e muitos problemas. Aliaa saiu do "Blogger" para as ruas:


Nas ruas foi odiada. Foi linchada, ficando bastante machucada. Mais tarde os linchadores descobriram que haviam espancado a moça errada. Não era Aliaa. O ódio da comunidade islâmica lhe rendeu ameaç…

Índia: Violência de estupro e morte de "Nirbhaya" se reproduz desastrosamente como febre.

No dia 16 de Dezembro de 2012 a jovem Jyoti Singh Pandey (Nirbhaya) de 23 anos foi vítima do mais trágico estupro que se teve notícias na Índia. Com a internação da vítima que acabou não resistindo pela falência múltipla dos órgãos, uma incontável multidão saiu para as ruas do país para pedir o fim dos abusos contra as mulheres indianas. Mas com o passar de quase dois anos quase nada mudou. Aliás, mudou sim: Aumentou muito o índice de estupros seguidos de morte por agressões, torturas e outras atrocidades similares à violência que matou "Nirbhaya".
 O site "DNAÍndia" publicou um caso de estupro hediondo praticado contra uma menina de apenas 5 anos, que teria acontecido nesta quarta-feira 28/08 na região de Kandivli. De acordo com a fonte o criminoso além de cometer todas as violências que queria, ainda utilizou um cabo de vassoura para inserir na genitália da menina. A criança foi atendida num hospital local mas com a gravidade de seu estado foi transferida para o…