Pular para o conteúdo principal

Translate this Page

Síria: Os trunfos de Assad - Violentos ataques a Latakya fazem multidões fugirem para a Turquia.

O desespero da população síria diante de uma inigualável aniquilação liderada por seu próprio presidente tem cruzado as fronteiras da loucura e da tragédia. As forças de segurança no dia de ontem foram apoiadas por pelo menos 200 tanques e prosseguiram na caçada cega por habitantes.


OBS: A alegação da suspensão das atividades militares em Latakya nesta Quinta-feira pelo presidente Al-Assad é falsa. O cenário atual é informado na matéria a seguir.


Noria in Hama, Syria - cortesia: "Alessandra Kocman"
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Agosto de 2011 - 06h27min. Atualização: 09h39min.

 Um grande número de guardas ligados a Al-Assad que são membros da tribo dos "Shabeeha" se espalharam pelas redondezas da fronteira com a Turkia em busca de fugitivos. O acampamento de refugiados palestinos foi atacado e há notícia confirmada de 3 mortes mas o número pode ser maior. Uma nota urgente foi emitida ontem no meio da noite de que os bandidos de Al-Assad estavam destruindo todos os documentos dos refugiados.

Grupos de pró-Assad infestaram as página da UNRWA
com muitas ameaças em nome de Al-Assad.
De acordo com testemunhas oculares, na noite de ontem as forças de segurança atearam fogo no prédio do campo de Refugiados Palestinos de Al Ramel. Os palestinos e os moradores de Latakya viveram mais um dia de perseguição e morte. Muitos tiveram suas documentações confiscadas, além de bens materiais, casas invadidas com o arrombamento das portas e muitas prisões. O estádio esportivo da cidade foi transformado num gigantesco campo de concentração a exemplo de Daraa há dois meses. Segundo Ahmad, membro da organização dos Direitos Humanos da Síria, os presos são obrigados a posar para fotos que serão usadas em campanhas internacionais "pró-Assad". Seus documentos são destruídos e ficam aguardando nova emissão deles. Esta estratégia também fará com que refugiados palestinos presos terminem sendo identificados como sírios o que fará deles presas legítmas nesta caçada desumana.

Enquanto isto vários pró-Assad foram percorrendo as páginas do Facebook tentando desmentir os ataques. Eles entraram em grande número nas páginas da UNRWA e rebateram a todas as reclamações e denúncias, procurando enfraquecer a pessoa que deu a informação. Na imagem ao lado há comprovação até de ameaça para que a UNRWA não cruze a fronteira da Síria.

Surpresos com a violenta resposta de Bashar Al-Assad contra as demandas populares ao ponto de decidir aniquilar a população da Síria completamente, o povo sírio que antes desejava vencer a batalha sozinho, agora pede socorro. Desesperados e cansados de tanta maldade, eles pedem por intervenção militar. A entrada do Iran no conflito foi o ponto chave para que o povo da síria pedisse socorro para os países árabes. A agência de notícias da Síria "SNN" chegou a publicar uma amostra desta realidade em sua página do Facebook:

"Agora, tornou-se um confronto claro e aberto, bem como o Irã assumiu o papel chave na repressão do povo sírio e insistem na violência e no derramamento de sangue para a casa de obediência a este sistema, que é cerca de um Estado árabe central e essencial para um mero peão no tabuleiro do Irã, e um mero número na equação " Safavid » É essencial que haja coordenação de emergência e rápido, se não por todos os árabes, pelo Reino da Arábia Saudita e os países do CCG e da Jordânia e dos outros. Deve haver nenhuma interferência, sim intervenção; porque a conexão procedimento da Síria, neste caso, é um assunto interno de cada um dos países vizinhos e adjacentes ao país para evitar o abate dos sírios, até mesmo recorrer à força!"
O site Alrabya trata o envolvimento do Iran com grandes detalhes históricos, mostrando que o Iran tem interesse no retorno do poderio do império Persa. Ele fala que o Iran enviou além de armas e dinheiro,  especialistas em quebrar revoluções populares da Brigada "Ashura" e citou os líderes Mousavi, Karroubi e Khatami Mohammad, também os oficiais das forças "Quds" liderados por Qassem Soleimani. Segundo Alarabya todos estes especialistas estão à serviço de Al-Assad em Damasco.

Esta estratégia visa a volta dos tempos de violência para gerar a obediência incondicional. Neste processo a comunidade árabe está completamente apática enquanto o Iran esforça-se para assumir o controle do Oriente Médio ampliando suas bases para Latakya onde pretende instalar uma base naval. Assim Al-Assad estaria se mudando para Latakya juntamente com toda a sua família. Latakya é o maior reduto de Alawitas.

Ahmad Joma é membro da Organização dos Direitos Humanos da Síria. Ele descreve os ataques em Latakya como uma forma de expulsar os habitantes atuais com o propósito da criação do "Reino da Costa". Há comprovação de que até mesmo os habitantes das regiões rurais de Latakya estão tendo suas propriedades confiscadas e famílias inteiras estão sendo expulsas de suas fazendas.

Em sequência ao processo de "limpeza" de Latakya Ahmad revela que o governo sírio tem feito transferência de seus ativos para a cidade de Qerdaha e a transferência de suas armas consideradas avançadas e sensíveis para a região montanhosa. Ele informou que Al-Assad ordenou a evacuação dos campos de refugiados de  Raml e Sakunturi alertando que se saíssem por vontade própria não seriam "alvejados como inimigos".

De acordo com as Organização Nacional para os Direitos Humanos na Síria, por meio de Ahmad, fomos informados de que as regiões de Raml, Qnaines, Slaiba, Qalaa, Samakeh Bustan, Seidawi, Hamami, Tamra ain, e Tabiyyat  foram praticamente evacuadas e que mesmo durante a fuga, muitos foram atacados por atiradores com todos os tipos de armas, inclusive explosivos.

Ahmad faz um relato horripilante de que as forças de segurança estão ameaçando enviar os "Shabeeha" para estuprar as mulheres de Hama caso hajam novas manifestações. Já o site turco "aydinlikgazete" apresenta um relatório de que membros das tribos das forças de segurança pró-Assad violentaram 400 mulheres nos campos de refugiados da Síria em Hatay.

Cortesia: "DVIDSHUB"
De acordo com a notícia, das 400 mulheres que sofreram violência sexual, 250 estão grávidas. Esta é a razão para que mais da metade das mulheres que estavam nos acampamentos voltaram para a Síria no mês de maio e o que explica que a Turquia havia proibido o acesso de jornalistas aos acampamentos de refugiados sírios.

A história é complexa e por sugiro que leia este artigo na íntegra que está no idioma local.

Postagens mais visitadas deste blog

A nova vida do Advogado Ércio Quaresma ex-defensor do Bruno Goleiro.

Ele subiu ao topo. Tornou-se um dos defensores mais admirados no cenário jurídico. Por um contrato milionário, foi defensor do Bruno, Goleiro do Flamengo, no caso do assassinato de sua namorada Elisa Samúdio, até que foi pego se drogando em uma cracolândia na região metropolitana de Belo Horizonte.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Novembro de 2011 - 07h26min.
O Dr. Ércio Quaresma foi professor de Direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Durante mais de 20 anos de carreira, cometeu deslizes não muito comuns, em se tratando de pessoas do seu nível e de sua formação; Por outro lado foi realizou defesas espantosas, dignas de meste. Se especializou na defesa de acusados de crimes hediondos por assassinato em 1º Grau obtendo bons resultados quase sempre. Isto porque em alguns casos o criminoso era indefensável, digno de toda culpabilidade e nada mais lhe restaria a não ser a pena máxima.

Mesmo assim sua experiência na defesa de criminosos praticamente condenados foi ex…

Tecnologia: Conheça "Psiphon" cryptograma que fura bloqueios de acessos à internet contra ditaduras.

O Psiphon é o programa de código aberto desenvolvido para ser distribuído livremente para permitir que países, cujos governos censuram o uso da internet e monitoram ligações feitas com o Skype não consigam detectar a conexão.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 23 de Novembro de 2011 - 07h54min.

Tudo começou quando o Jornalista Ivan Watson da CNN recebeu uma ligação de um jovem ativista sírio de pseudo Musaab al Hussaini via Skype. Além de denunciar a situação no seu país em tempo real, ele descreveu o grau de libertação que o anti-tracker Psiphon lhe proporcionou:



A empresa
A Psiphon Inc. é uma empresa de software que decidiu investir num sistema que pudesse ser adaptado a diferentes situações no mundo. Ele pode ser adaptado de acordo com cada tecnologia de bloqueio e de vigilância utilizado pelos governos, regimes, ditaduras e reinos  no mundo, bastando que desenvolvedores estejam inclinados a utilizar seu código fonte como base da programação.
"Nós da Psiphon acreditamos que a Inter…

Aliaa Magda ElMahdy nua é desejada, perseguida, processada, linchada e morta. Um símbolo?

Ela nem se considerava bonita, muito menos sexy. Decidiu se expor como forma de denunciar de modo marcante, o abuso sexual que as mulheres egípcias sofrem, espancamentos e indiscriminação, mas no campo da religião, Aliaa Magda é tida como um monstro.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 03 de Dezembro de 2011 - 06h50min.
 De adolescente a mulher. De ativista a símbolo sexual. Sua decisão de mostrar sua foto numa numa página de blog chocou o Egito, a comunidade islâmica e o mundo árabe. Adquiriu admiração de muitas mulheres que nunca tiveram coragem para fazer o mesmo, embora tivessem desejo. Seu blog atualmente registra mais de 4.400.000 visitantes embora a impacto inicial tenha passado, sua nudez lhe rendeu muita popularidade e muitos problemas. Aliaa saiu do "Blogger" para as ruas:


Nas ruas foi odiada. Foi linchada, ficando bastante machucada. Mais tarde os linchadores descobriram que haviam espancado a moça errada. Não era Aliaa. O ódio da comunidade islâmica lhe rendeu ameaç…

Nigéria: Menina de 13 anos escrava sexual de 550 homens.

Um alerta para os pais: A menina "A" tinha 13 anos quando sua tia pediu aos seus pais autorização para levá-la de Akuda, no estado de Akwa Ibom para outra cidade, sob a promessa de que receberia melhor tratamento e teria melhores condições de estudo..
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Janeiro de 2012 - 10h17min.
Segundo a fonte nigeriana "PM News", a menina contou para a polícia que após seus pais terem autorizado a sua ida para o estado nigeriano de Lagos com sua tia, esta mesma a levou para um hotel. Lá  acriança contou que ganhou uma mini-saia, vestidos do tipo "tubo" e um quarto. De acordo com o testemunho da menina ainda, sua tia conhecida apenas como "vitória", teria ensinado como se comportar com os homens.
Até então a menina contou que não entendia o que estava acontecendo "até que começaram a chegar os homens". A fonte citando a menina disse que  ela percebeu que cada uma das outras meninas levavam seus "fregueses&qu…

Blue Whale 1 - O game da morte em nome da Baleia Azul

Blue Whale: O jogo da morte induz adolescentes ao suicídio via Redes Sociais e Skype já fez mais de 130 mortes entre Rússia e Europa, mas já tem adeptos no Brasil - Continue Lendo:


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 09/04/2017

Poderia ser uma lenda urbana.. Mas o game "Blue Whale" (Baleia Azul) se tornou viral na Europa e na Rússia (desde 2014) deixando pais e as autoridades locais em completo alerta. O game que usa basicamente as redes sociais também promove encontros e eventos fora da web, reunindo suicidas depressivos adolescentes em espantosa e crescente comunidade.

Nos últimos 3 dias as agências internacionais começaram a alertar ao mundo sobre este jogo de auto-flagelação que culmina no suicídio. Os administradores do grupo exercem grandes pressões para garantir que o grupo seja unido, confiável e fiel aos propósitos malignos a que se propõe sem questionamentos.

Uma adolescente disse ao Saulo Valley Notícias que tem a informação de que quando o …

Brasil: país estarrecido com corrupção presidencial faz silêncio doloroso

Nos últimos 15 anos o povo brasileiro já viu de tudo que não queria ou não esperava ver acontecendo na administração pública. Hoje um silêncio profundo e ensurdecedor ecoa pelos ares, acompanhado de lágrimas secas desesperadas, engolidas pelo choque dos graves acontecimentos da crise moral-política que a nação vive hoje - Continue Lendo e compartilhe


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro,  de Agosto de 2017

O barulho é ensurdecedor. As TVs ligadas em volumes mais elevados que o normal. Todos sintonizam seus aparelhos nos mesmos conteúdos. A reportagem vai derramando, como numa avalanche uma aterrorizante sequência de ondas de notícias trágicas e desesperadoras.

Os debates nas ruas terminaram. As opiniões já não importa. Antigos partidaristas agora não sabem mais o que defender, se direita ou esquerda. Todos estavam errados.. Dolorosa realidade vai formando uma nova onda de reações silenciosas e quase imperceptíveis. São pequenos espasmos pós-trauma. O país virou a…