sábado, agosto 27, 2011

Síria: Grupos Islâmicos radicais e o exército em campanha para calar o povo.

Desde o início da revolta popular na Síria é que o presidente Bashar Al-Assad tem afirmado veemente que há grupo terroristas armados e grupos islâmicos radicais destruindo a estabilidade do país. Ele está certo.

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 27 de Agosto de 2011 - 15h24min.

Numa ação terrorista de larga escala, grupo paramilitares e militares tem procurado destruir a estabilidade da Síria. São lutadores profissionais. Mercenários experimentados na guerra. Homens inescrupulosos que torturam, matam, mutilam crianças, mulheres, jovens e idosos sem o menor remorso. Eles estão infiltrados por toda a Síria para tirar a paz do povo sírio. De um lado o exército. Do outro os mercenários e os grupos islâmicos radicais.


A única coisa que ele ainda não mencionou é que estes grupos estão à serviço do Governo da Síria. Não há manifestantes uniformizados para a guerra.




 Há pessoas comuns gritando sem parar pelo fim
do regime e da violência brutal.



Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: