terça-feira, agosto 02, 2011

Egito: Fontes: Mubarak poderá não ser julgado dia 03 de Agosto.

A expectativa ao redor do julgamento de Hosni Mubarak, o ex-presidente deposto do Egito em 11 de Fevereiro deste ano. Um vazamento que ainda não alcançou a grande mídia revela nesta Terça que Mubarak deverá ter seu julgamento suspenso.


Imagem pelo dia de Hammadam Cortesia: "Bashar Al-Ba'noon"
Por Saulo Valley -Rio de Janeiro, 02 de Agosto de 2011 - 09h03min.
Atualizado as 10h11min.

De acordo com a rede de notícias "BRQ", o jornal "Daily Telegraph" disse que o mundo não deve esperar que Mubarak compareça ao seu julgamento amanhã, como esperado.

Segundo a fonte, os médicos que cuidam da saúde do réu, alertaram que Mubarak não está nas condições de saúde previstas e que ele não tem meios de se deslocar até o tribunal. De acordo com a agência o julgamento foi "adiado".

Há a suspeita de que ele assista ao julgamento do seu quarto no hospital de Sharm El Sheik.

De acordo ainda com o BRQ que cita o "Daily Telegraph" como dizendo:

"O jornal apontou para os generais do exército que estavam perto de Mubarak, talvez com medo do que pode revelá-los durante o julgamento". Disse o "BRQ".

Temor geral

Que a ausência de Mubarak no tribunal é esperada isto é fato, o que ninguém realmente deseja é que a justiça perca sua credibilidade dando abertura para uma nova onda de massivos protestos no país. Esta preocupação é universal.

Ontem o exército e a polícia esvaziaram a praça do Cairo. Expulsaram os manifestantes e ativistas que faziam vigília exigindo firmeza no julgamento de Mubarak. As forças ainda destruiram as barracas.



Os ativistas acampados exigiam pressa no desembaraço da política nacional, a transição para o novo governo, o julgamento de Hosni Mubarak e a retirada de políticos ligados ao antigo regime do novo governo.

De acordo com o "Daily Telegraph" assim que o último homem foi removido, a praça foi liberada novamente.
assim como na Síria, ontem o exército este no lado oposto da população num momento que deveria ser memorável para ambos.

Segundo as leis do país, se crimes de Mubarak de mandante do massacre de 800 civis e corrupção financeira e política  forem comprovados, o réu poderá ser condenado à morte.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: