quinta-feira, agosto 18, 2011

Direitos Humanos da Síria exigem investigação do estupro de 400 mulheres em acampamentos da Turquia.


Cortesia: "DVIDSHUB"
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Agosto de 2011 - 20h20min (Horário de Brasília).

O Departamento de Direitos Humanos da Síria exigiu da comunidade internacional que investigue com urgência o caso de estupro de 400 mulheres no acampamento de Hatay na Turquia. Segundo a Agência de notícias estatal SANA, das 400 mulheres atacadas por grupos armados "Shabeeha", pelo menos 250 estão grávidas.

De acordo com a agência SANA os Direitos Humanos do Governo da Síria pediu explicações por meio de um comunicado divulgado nesta Sexta (19) "sobre o silêncio das organizações legais turcas e árabes." A agência disse que a organização mais questionada ainda quanto a este tema tem sido as Nações Unidas "sobre esses horríveis crimes contra a mulher síria dentro desses campos."

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: