sexta-feira, agosto 19, 2011

18 mortos e manifestantes gritam: "o povo quer a execução do presidente"

Mais de 1500 guardas se espalharam pelas ruas de Damasco em uma campanha à domicílio, com direito a arrombamento de portas, retirada de documentos de identificação, dinheiro e valores. Sem mencionar os espancamentos e humilhações.

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 19 de Agosto de 2011 - 12h18min.

Em Latakya as forças de segurança têm invadido casas, realizado prisões em massa e acabaram de invadir os acampamentos em  Abdul-Haq, Al-Gaas, Abu Hamed, Al-Zen, de Al-Ramel, aprisionando as últimas pessoas que ainda estavam por lá, disse a SNN.

Os maiores incidentes estão ocorrendo nas mesquitas onde pessoas que estão determinadas a se manifestar são alvejadas por atiradores de elite. A prisões tem acontecido diretamente na porta das mesquitas.

É o exemplo visto neste vídeo gravado há pouco em Idleb. De fundo você pode ouvir o som das orações enquanto o exército espera do lado de fora.


Tanto em Daraa quanto em Al Hrak o toque de recolher foi anunciado por alto-falantes no início da manhã.

VIDEO: Em Aleppo as forças de segurança interromperam um grande manifestação com prisões e espancamentos.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: