quarta-feira, julho 06, 2011

Síria: Homs uma cidade em completo desespero esperando a morte chegar!

HOMS - Desde ontem a cidade foi cercada por tanques do exército sírio. Uma campanha desumana, cruel, sanguinária e tudo o que não existe de mais profundo no vocabulário para descrever o grau de atrocidades que a população da Síria está sofrendo sem que NINGUÉM possa fazer absolutamente NADA!


Manifestantes em frente a embaixada da Síria no Cairo pedem o fim
do massacre de civis - Cortesia: Maggie Osama
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 06 de Julho de 2011 - 19h45min.

Desde ontem já passam das 24 vítimas, sem contar as centenas de prisões indiscriminadas e sequestros para lugares desconhecidos. Uma situação insuportável que não incomoda às autoridades internacionais de tal forma que os apelos da Anistia Internacional, Organização dos Direitos Humanos e até mesmo do Tribunal Penal Internacional não têm surtido o menor efeito, na tentativa desesperada de acabar com as torturas de crianças, mulheres, jovens estudantes, trabalhadores e idosos!

Cercado de regras internacionais e acordos com a comunidade Árabe, o país sente-se à vontade para tratar pessoas como se fossem parte um laboratório de crueldade. Um jogo de caçada urbana onde pessoas inocentes e indefesas são os únicos alvos.

Centenas de voluntários arriscam suas vidas diáriamente para produzir provas que incriminem as ações de Assad, mas parece que não fazem efeito. Sempre tem alguém que diz que não há como comprovar a autênticidade das informações nos vídeos e nas fotos, enquanto isto chegamos ao número absurdo de mais de 1374 civis massacrados e 350 soldados executados por tentarem defender a população.

Syria Damascus Douma Protests 2011 - foto contesia de "Syriana".
Nem mesmo com um número agora maior de agências de notícias oficiais que podem entrevistar e averiguar as vítimas de torturas, até mesmo vítimas hospitalizadas que estão sendo socorridas na Turquia, não há nenhuma reação sequer!

07 de Julho as autoridades internacionais iniciam uma importante comemoração do trabalho maravilhoso que é o da Justiça Criminal Internacional e mesmo assim, não há vestígios de que além da existência do respeitado tribunal, algo esteja sendo feito para proteger o país da Síria das mãos de seu arqui-inimigo número #1 em potêncial, a saber o presidente da própria República Síria!

Enquanto literalmente os cães açougueiros do governo sírio atacam, milhares de civis saem às ruas de todo o país em manifestações de apoio ao moradores da cidade sitiada de Homs. Não há o que se fazer! Apenas orar. Clamar em alta voz para que Deus tenha piedade daquelas crianças, daquelas pessoas tão simples que só pediram para ser tratadas com dignidade!

O que fez aquele povo para cair nas mãos de governantes tão malígnos? O que estas gerações fizeram para serem cercadas como a um rebanho inteiro indo pro abate sem que ninguém pudesse socorrer diante de seus gemidos e gritos inexprimíveis de angústia e dor?

A oposição síria é uma bancada de fantoches.


Histórico

Em 1982 uma revolução para acabar com a corrupção política e a ditadura foi completamente esmagada pelo pai de Bashar Al-Assad, o então presidente Hafez Al-Assad matou naquele ano cerca de 10.000 manifestantes! Este relatório foi confirmado hoje pela HRW (Organização dos Direitos Humanos).
Em 2000 após o país ter se convencido de que Assad filho no poder não cumpria suas promessas de reformas constitucionais, uma nova onda de protestos se levantou, desta vez liderada pelo o ativista Halfez Al-Atassi, pai de Suhair Al-Atassi uma das principais personalidades da atual revolução. Usando a mesma estratégia de seu pai, Assad esmagou os 400 ativistas opositores ao seu regime, usando o poder do seu cruel serviço secreto e o exército. Na época o país sofreu algumas sanções mas com o tempo os acordos políticos e comerciais foram apagando a memória das autoridades internacionais, que mais tarde abriram portas para que a Síria entrasse para o Conselho de Segurança e outras importantes organizações de direitos humanos internacionais.

Onde está a justiça? Onde está a União Árabe, a União Européia, a ONU, o Conselho do Golfo, os Conselhos Árabes, a Tunísia, a Turquia e porque a Rússia e a China se mostram tão insensíveis ao ponto de bloquear qualquer tipo de ajuda? A América não pode fazer nada mais além de apertar o cinto das sanções. Então o que se pode fazer, para que no dia glorioso da Justiça Internacional que é comemorado em 17 de Julho, estas pessoas se vejam livres de tanta perseguição, tortura e derramamento de sangue!?

Provavelmente depois que mais 10.000 civis forem massacrados e as pessoas desistirem de lutar pela justiça e pelos direitos humanos, serão novamente trancafiadas em suas tumbas e viverão como escravos por mais 4 mil anos e então o ciclo vicioso se iniciará:


Video gravado há pouco no início da noite em Homs.



Mais algumas sanções e tudo voltará ao normal, como disse os EUA, a hiperpopulação do mundo vai causar falta de recursos no planeta entre 2025 e 2035; talvez não seja má idéia deixar que morram...

As manifestações e os acontecimentos estão sendo transmitidos ao vivo via satélite pela TV Oriental (Orient News) que vc pode assistir pelo Google TV.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: