terça-feira, julho 26, 2011

Síria anuncia aprovação de projeto de lei sobre eleições gerais.

Depois de aprovar lei que permite a criação de partidos, o governo da Síria aprovou há pouco um pacote de leis que permitem as eleições gerais, legislativas e a garantia da segurança para as comunidades locais como parte do pacote de reformas anunciado por Assad e exigido pela comunidade internacional.


Video gravado hoje mostra a chegada de reforço de tanques em Zabadani.



Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 26 de Julho de 2011 - 20h55min.
Atualização: 21h25min.

Citando o site árabe "elaph", como dizendo que a notícia foi dada pela agência do governo sírio "SANA", que  o Conselho de Ministros aprovou a finalização do conjunto de leis que fazem parte do um pacote chamado "Reformas Políticas".

Segundo o site "elaph":
O conjunto de leis aprovado "visam regulamentar a eleição dos membros do parlamento e membros dos conselhos locais e garantir a integridade do processo eleitoral e os candidatos de direita no poder."
O site "aawsat" citou a agência SANA também para informar que o presidente do Iraque Jalal Talabani enviou ontem uma carta endereçada a Bashar Al Assad expressando seu apoio às reformas políticas na Síria.

Enquanto que lá fora, a Comitê de Coordenação Local da Síria para a revolução denuncia uma nova estratégia do regime sírio: Assassinar os líderes de grupos de manifestantes locais.

Agências de notícias do mundo inteiro mostram-se alarmadas com a marcha do exército sírio para a cidade de Zabadani.

O site "Aleqt" publicou uma matéria intitulada: "Uma feroz campanha de detenções na Síria .. Alemanha quer abrir uma linha direta com a oposição". Ainda o site fala sobre a angústia que o país tem vivido com a prisão absurda e prolongada de crianças.


As prisões aleatórias continuam e ainda hoje há informações da morte de 3 pessoas, executadas por forças de segurança, incluindo um soldado do exército, uma mulher que passava de moto com seu marido e o filho num posto de verificação.

Video de entrevista ao vivo no Tele-jornal da Aljazeera:

"Reconhecimento oficial que 700 recrutas foram executados pelo regime de Assad."

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: