quinta-feira, julho 28, 2011

Kadafi condena Grã-bretanha que reconhece oposição e expulsa diplomatas líbios.

Ontem pela manhã, o ministro das relações exteriores Willian Hague anunciou o reconhecimento oficial da oposição (Conselho Nacional de Transição para o povo líbio) como um governo provisório. Automaticamente, a Grã-bretanha deixou de reconhecer a legitimidade dos diplomatas líbios que estavam no país a serviço do regime de Muammar Kadafi. Imediatamente foram enviados de volta para a Líbia.


Hague - Foto cortesia de: "John Puddephatt"
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 28 de Julho de 2011 - 09h18min.


... e em seguida Londres convidou representantes do Conselho provisório para irem à Londres para iniciar uma relação diplomática. Citando a Reuters Arabic que divulgou a fala do ministro em coletiva:
"Apelamos ao Conselho de Transição de nomear um enviado diplomático da Embaixada da Líbia nova Líbia em Londres."
A Líbia por sua vez descreveu a atitude da Grã-Bretanha como "irresponsável e ilegal", que segundo a Aljazeera Árabe, o governo de Kadafi avisou que vai tomar as providências necessárias para levar a situação às autoridades internacionais e ao Reino Unido como uma violação das leis internacionais e britânicas.

Foto cortesia: "BRQ Network"
Mas citando ainda a Aljazeera que destacou a explicação de Hague sobre o reconhecimento do Conselho de  Transitório como sendo "único e legítimo do povo da Líbia".

A pressão ficou ainda maior contra Kadafi depois do anúncio de que os 91 Milhões de Libras esterlinas correspondentes a ativos de petróleo do Golfo Pérsico bloqueados na Grã-Bretanha, serão desbloqueados para ajudar a oposição líbia.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: