segunda-feira, julho 18, 2011

Afeganistão: Taliban assume assassinato de acessor próximo do presidente Karzai.

Em clara intenção de minar ou aniquilar as forças do governo atual, depois da morte do irmão do presidente Karzai, agora o Taliban assume a responsabilidade pela morte do acessor Jan Mohammad Kan neste Domingo dia 17.


DEH Rawud, AFEGANISTÃO - 07 julho: Exército dos EUA general Dan McNeill
e o governador da província Oruzgan, Jan Mohammed Khan à direita.
Foto cortesia de: "ussocom_ru"
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Julho de 2011 - 12h24min.

De acordo com Dar Al Hayat, o acessor foi morto por homens armados em sua casa na noite de ontem. Segundo a fonte, houve confronto entre a polícia local e os assassinos que foram mortos na ocasião e deixando um policial morto e outros 3 feridos. A informação foi dada pelo ministério do Interior em um comunicado, disse Dar Al Hayat.


Snapshot origem: BBC
Do paquistão a agência BBC de notícias publicou um vídeo em que o Taliban executa 16 policiais em tempo real. De acordo com a agência "OneÍndia", a execussão aconteceu no dia 1º do mês de Junho passado.
As fontes revelaram que os policiais tribais foram pegos durante uma ataque Taliban do Paquistão para o Afeganistão.


A retirada dos EUA da região.

Em meio ao conflito que tem apresentado crescimento logo após a morte anunciada de Osama Bin Laden e em seguida a retirada das tropas americanas, vários políticos em Washington têm se perguntado se a situação no Afeganistão é boa para a saída das tropas americanas e se o momento não exigia uma negociação com o Taliban. 

Em resposta a estas questões, "William Zartman (SAIS) disse que os EUA não podem efetivamente negociar uma solução no Afeganistão, se ele envia a mensagem de que está saindo" informou a agência americana "Urdu VOA News" no vídeo a seguir:

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: