sexta-feira, junho 03, 2011

Líbia: China muda de estratégia e conversa com líderes rebeldes contra Kadafi.

A posição da China no Conselho de Segurança da ONU era de abstenção do seu direito de voto no tocante à imposição do No-Fly-Zone (o embargo aéreo) e as missões de proteção aos civis dos ataques das forças pró-Kadafi. Agora isto parece estar mudando...


Fonte da imagem: thedailybeast
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 03 de Junho de 2011 - 09h16min.

O ministério do Exterior confirmou que o seu embaixador no Catar reuniu-se com o chefe do conselho rebelde da Líbia, segundo a Associated Press.

O Anúncio foi feito hoje e anuncia uma nova tomada de postura com relação ao conflito que já matou mais de 15 mil pessoas em pouco mais de 4 meses.

Fonte da imagem: france24
De acordo com a informação, o governo da China busca uma solução pacífica para o conflito.

A exemplo da Rússia e do Brasil, a China se absteve de votar por uma ação violenta da Nato na Líbia e também buscou não exigir do líder Muammar Kadafi que deixasse o cargo.

A ação parece ser uma adequação política para a manutenção das relações China-Líbia com o futuro governo. Isto mostra que o conflito está chegando ao fim.

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: