Pular para o conteúdo principal

Translate this Page

Japão: Depois do Tsunami de 11-03 onda de suicídio é crescente - Por Saulo Valley

Quem "presenciou" por intermédio da mídia em tempo quase real o tsunami que varreu a costa noroeste do Japão, já pode sentir uma parte ínfima da dor que estes milhares de amáveis asiáticos sentem até hoje. Vindo de uma cultura milenar onde o "Arakiri" é um suicídio cometido quando o japonês se encontra envergonhado e destituído de honra, dá pra entender o motivo desta auto-violência que tem crescido tanto no país...


Arakiri - Foto de Okinawa Soba
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 23 de Junho de 2011 - 08h00min.


Cada suicida tem seu próprio motivo em particular, mas as tragédias do dia 11 de Março são o um ponto em comum.

 Todos os dias ouve-se novos casos de suicídio por pessoas que se sentem culpadas por estarem vivas e seus entes queridos mortos.

Há casos em que se matam por não encontrar uma possibilidade para reconstruir o que gastaram anos. Há situações de propriedades, culturas e posses que vieram sendo construídas com o passar de centenas de anos, passando de mão em mão por toda a árvore genealógica, até chegar até o fatídico dia 11 de Março...

No dia 10 de Junho, o governo japonês levantou esta preocupação que foi publicada pela AFP. Segundo as autoridades, os sobreviventes da tragédia estavam sensíveis a distúrbios psicológicos que poderiam levá-los ao suicídio.

Depression - Foto de "uzaigaijin"
Segundo a AFP o tradicional relatório anual de suicídios recebeu uma área de destaque exclusiva para as vítimas de 11/03. O relatório mostra que estas pessoas estão vulneráveis ao "estresse, choque e depressão das perdas esmagadoras. Eles também podem se sentir culpados por escapar da morte." revelou.


Depois de cidades inteiras terem sido varridas pelo tsunami neste dia, ainda mais de 23 mil pessoas estão desaparecidas.

De acordo com as estatísticas, a taxa de suicidio no Japão chega a 25 por 100.000 ultrapassando de longe o segundo lugar mundial que é os Estados Unidos com 11 por 100.000.

Tohoku Terremoto e Tsunami - Foto de dugspr — Home for Good
De acordo com a AFP ainda 91 mil pessoas permanecem nos abrigos e não tem paradeiro. O site japan Times  citou  as palavras do oficial municipal Hideki Yamazaki da prefeitura de Kamaishi:

"Estamos tentando mover as pessoas para casas temporárias mais rapidamente possível, mas há uma preocupação de que a transferência repentina da comunidade e do convívio individual poderia ter conseqüências ainda mais graves", disse Yamazaki.

Deslocar estas pessoas para casas novas casas onde poderão se sentir mais isoladas e abandonadas, pode significar um grande erro, diz o oficial.

A equipe do entrevistou "japan Times" entrevistou um senhor de 82 anos sobre a possibilidade de ser levado para uma nova casa e ele comentou:

"Estou sozinho aqui, mas as pessoas neste abrigo não me fazem sentir sozinho"... "Sou grato pela oferta de um lugar para mim, contanto que eu tenha essas pessoas próximas."
Tohoku Terremoto e Tsunami - Foto de dugspr — Home for Good
 Segundo dados da polícia local para o site, os mais de 30.000 relatos de suicídios anuais no japão poderão ser superados em 2011, tendo notado que em Maio de 2011 houve um aumento de 20% em relação ao mesmo período de 2010.

Novos temores e tremores


Nesta madrugada repetidos tremores abalaram o solo japonês, sendo que às 05h55min da madrugada de hoje (23) o tremor de categoria 7.0 foi registrado e houve um novo alerta de tsunami, o segundo em menos de 24 horas.

Segundo a entrevista ao "japan Times" com Sen Hiraizumi, diretor do Hospital Provincial, em Iwate Yamada, o especialista explica que os japoneses não tendem a buscar ajuda para problemas psicológicos ou psiquiátricos. Normalmente são fechados e não conversam. Caso que explica o motivo de em Yamada nunca ter havido uma clínica psiquiátrica antes, disse ele, afirmando ainda que o Ocidente está muito à frente do Japão neste assunto.

Sentimentos como angústia e depressão são acultos, principalmente por parte dos idosos que não querem ser pesados aos outros. - explica.

Postagens mais visitadas deste blog

A nova vida do Advogado Ércio Quaresma ex-defensor do Bruno Goleiro.

Ele subiu ao topo. Tornou-se um dos defensores mais admirados no cenário jurídico. Por um contrato milionário, foi defensor do Bruno, Goleiro do Flamengo, no caso do assassinato de sua namorada Elisa Samúdio, até que foi pego se drogando em uma cracolândia na região metropolitana de Belo Horizonte.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Novembro de 2011 - 07h26min.
O Dr. Ércio Quaresma foi professor de Direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Durante mais de 20 anos de carreira, cometeu deslizes não muito comuns, em se tratando de pessoas do seu nível e de sua formação; Por outro lado foi realizou defesas espantosas, dignas de meste. Se especializou na defesa de acusados de crimes hediondos por assassinato em 1º Grau obtendo bons resultados quase sempre. Isto porque em alguns casos o criminoso era indefensável, digno de toda culpabilidade e nada mais lhe restaria a não ser a pena máxima.

Mesmo assim sua experiência na defesa de criminosos praticamente condenados foi ex…

Tecnologia: Conheça "Psiphon" cryptograma que fura bloqueios de acessos à internet contra ditaduras.

O Psiphon é o programa de código aberto desenvolvido para ser distribuído livremente para permitir que países, cujos governos censuram o uso da internet e monitoram ligações feitas com o Skype não consigam detectar a conexão.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 23 de Novembro de 2011 - 07h54min.

Tudo começou quando o Jornalista Ivan Watson da CNN recebeu uma ligação de um jovem ativista sírio de pseudo Musaab al Hussaini via Skype. Além de denunciar a situação no seu país em tempo real, ele descreveu o grau de libertação que o anti-tracker Psiphon lhe proporcionou:



A empresa
A Psiphon Inc. é uma empresa de software que decidiu investir num sistema que pudesse ser adaptado a diferentes situações no mundo. Ele pode ser adaptado de acordo com cada tecnologia de bloqueio e de vigilância utilizado pelos governos, regimes, ditaduras e reinos  no mundo, bastando que desenvolvedores estejam inclinados a utilizar seu código fonte como base da programação.
"Nós da Psiphon acreditamos que a Inter…

Nigéria: Menina de 13 anos escrava sexual de 550 homens.

Um alerta para os pais: A menina "A" tinha 13 anos quando sua tia pediu aos seus pais autorização para levá-la de Akuda, no estado de Akwa Ibom para outra cidade, sob a promessa de que receberia melhor tratamento e teria melhores condições de estudo..
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Janeiro de 2012 - 10h17min.
Segundo a fonte nigeriana "PM News", a menina contou para a polícia que após seus pais terem autorizado a sua ida para o estado nigeriano de Lagos com sua tia, esta mesma a levou para um hotel. Lá  acriança contou que ganhou uma mini-saia, vestidos do tipo "tubo" e um quarto. De acordo com o testemunho da menina ainda, sua tia conhecida apenas como "vitória", teria ensinado como se comportar com os homens.
Até então a menina contou que não entendia o que estava acontecendo "até que começaram a chegar os homens". A fonte citando a menina disse que  ela percebeu que cada uma das outras meninas levavam seus "fregueses&qu…

Aliaa Magda ElMahdy nua é desejada, perseguida, processada, linchada e morta. Um símbolo?

Ela nem se considerava bonita, muito menos sexy. Decidiu se expor como forma de denunciar de modo marcante, o abuso sexual que as mulheres egípcias sofrem, espancamentos e indiscriminação, mas no campo da religião, Aliaa Magda é tida como um monstro.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 03 de Dezembro de 2011 - 06h50min.
 De adolescente a mulher. De ativista a símbolo sexual. Sua decisão de mostrar sua foto numa numa página de blog chocou o Egito, a comunidade islâmica e o mundo árabe. Adquiriu admiração de muitas mulheres que nunca tiveram coragem para fazer o mesmo, embora tivessem desejo. Seu blog atualmente registra mais de 4.400.000 visitantes embora a impacto inicial tenha passado, sua nudez lhe rendeu muita popularidade e muitos problemas. Aliaa saiu do "Blogger" para as ruas:


Nas ruas foi odiada. Foi linchada, ficando bastante machucada. Mais tarde os linchadores descobriram que haviam espancado a moça errada. Não era Aliaa. O ódio da comunidade islâmica lhe rendeu ameaç…

Blue Whale 1 - O game da morte em nome da Baleia Azul

Blue Whale: O jogo da morte induz adolescentes ao suicídio via Redes Sociais e Skype já fez mais de 130 mortes entre Rússia e Europa, mas já tem adeptos no Brasil - Continue Lendo:


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 09/04/2017

Poderia ser uma lenda urbana.. Mas o game "Blue Whale" (Baleia Azul) se tornou viral na Europa e na Rússia (desde 2014) deixando pais e as autoridades locais em completo alerta. O game que usa basicamente as redes sociais também promove encontros e eventos fora da web, reunindo suicidas depressivos adolescentes em espantosa e crescente comunidade.

Nos últimos 3 dias as agências internacionais começaram a alertar ao mundo sobre este jogo de auto-flagelação que culmina no suicídio. Os administradores do grupo exercem grandes pressões para garantir que o grupo seja unido, confiável e fiel aos propósitos malignos a que se propõe sem questionamentos.

Uma adolescente disse ao Saulo Valley Notícias que tem a informação de que quando o …

Brasileiros e sírios levam arte às crianças refugiadas colorindo cenários de guerra

Uma iniciativa que merece muitos aplausos levou um grupo de jovens artistas de rua brasileiros, a se encontrar com artistas e ativistas de diversos países em conflito armado. Eles tentam transformar campos de refugiados em escola viva de pura arte em cenário de muitas cores! - Continue lendo:


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de aneiro 24 de Abril de 2017

"Magic Caravan" é um projeto social criado em 2013 e a ONG Al Caravan atua na Síria , Líbano, Turquia e Alemanha, ajudando a dar um futuro melhor para crianças e adolescentes sentenciadas a viver em campos de refugiados e campos de concentração ainda remanescentes na Alemanha.

Na Síria, o grupo ajuda crianças das regiões mais intensas do país, cujas áreas residenciais e rurais são constantemente bombardeadas pelo regime sírio, milícias islâmicas, Rússia e países ocidentais. Possui pequenos centros de educação em lugares considerados "redutos rebeldes" como Aleppo, Daara, Homs, Latakya, Damasco e Idlib…