sexta-feira, maio 06, 2011

Síria: Sexta-feira do Desafio - Atiradores Iranianos nas tropas da Síria - Saulo Valley 6-5-11

Hoje o dia é de desafio mesmo. Convictos que a mídia tem acesso a tudo o que está acontecendo no país, o povo vai às ruas com toda força, a fim de derrubar o regime de 41 anos de Bashar Al-Assad e família.

Desta vez, não haverá temor. Não haverá receio. Eles estão dispostos a enfrentar o que for para derrubar o atual governo e o sistema. Cada pessoa árabe, exceto os que estão no topo do poder, sonham em ter uma vida aos moldes do ocidente e este é o motor propulsor que derrubará TODOS os sistemas antigos e ultrapassados de governo.


Fonte: Syrian Revolution on Facebook
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 06 de Maio de 2011 - 05h08min.

As informações publicadas neste blog são enviadas direto da Síria pelos manifestantes e líderes da revolução, com a data e hora de Brasília. As informações são do tempo presente mas que neste exato momento na Síria o relógio marca 7 horas mais tarde, portanto 06h da manhã aqui são 13 horas lá.
Estas infomações são 100% credíveis. Não há margens de erro. Em troca de provar a veracidade destas linhas, muitos têm sido voluntários para irem até o local da denúncia e gravarem vídeos que comprovem o que está acontecendo. Muitos têm morrido por esta causa. Todos os vídeo e fotos são de propriedade do povo da Síria e estão disponíveis para uso, download e qualquer tipo de divulgação.


Para saber das atualizações, atualize a página no intervalo que achar conveniente. Obrigado.

A liga Árabe se mantém silenciosa e demonstra receio, ao mesmo tempo que apóia as mudanças, sabe que seus dias no poder estão contados. Na verdade não precisavam estar contados, bastava que todos os países Árabes, tomassem a liderança da situação, acabassem com os regimes de sutalanatos e militares e criassem um novo com base na democracia e na melhor distribuição de renda, mas esta informação não tem sido fácil de ser assimilada por força das tradições ensinadas desde o berço e as velhas lições maçificadas no sangue de ser dono de todo o dinheiro e todo o poder.

Atualizações das Demonstrações hoje 06 de |Maio de 2011


05h00 Um ataque surpresa: Dara, que permanece sitiada,  está sendo invadida por grande quantidade de soldados de forças de seguranças. O toque de recolher foi executado e as pessoas estão sendo obrigadas a voltar para suas casas.

06h56min: Daraa: Uma informação bombástica: A Revolução da Síria informa que atiradores IRANIANOS foram descobertos entre as forças de segurança e guangues de policiais sem uniformes.


Confirmada a informação sobre ataques em Homs, o cerco, a presença de iranianos e o retorno de dezenas de blindados estão confirmados em Dara.




07h36min Agora na cidade de Banias há uma massiva manifestação.

07h40: Tiroteio pesado são ouvidos em Masbah Alshaab e em Al-raml area cidade de Lattakia. A informação de tiros de artilharia pesada no local.

07h52min Em Homs os tiros estão sendo disparados para o alto, para intimidar os manifestantes.

07h53min. Em Zabadani cerca de 1500 manifestantes fazem suas demonstrações de insatisfação contra o sistema de governo atual enquanto são observados por franco-atiradores dos telhados das construções, isto significa que vão atirar assim que receberem o comando. Informam muitos pontos de controle por forças de segurança, estes impedem que a manifestação tenha número maior de agregados.

  • Informação de tiroteio intenso em "TAL" agora.
  • As manifestações se estendem por toda a Síria: Destaque para as cidades de Banyas, Hama, Homs, Lattakia, Damascus, Deir al Zur, Jasem, e Inkhel.
08h00 Tiros em torno da Mesquita de Al-Nori em Homs. A intenção é assustar os manifestantes, mas eles resistem.

08h17 A cidade de Dara permanece sem água e sem energia elétrica. O desafio agora é tão grande, que a frase mais odiada por Al-Assad, e que provocou a morte de mais de 600 pessoas até ontem, "As pessoas querem derrubar o regime" acabou de receber uma nova cara: "QUEREMOS DERRUBAR O REGIME!"


Isto está sendo GRITADO pelas ruas por uma multidão de mais de 1000 pessoas em Hama agora.

Enquanto isso, forças de seguranças em grande número cercam a mesquita de Al Hassan em Damasco.

Porque as mesquitas? Em estado de sítio na Síria, as únicas permissões que as pessoas têm para sair de suas casas são: 

  1. Nas orações da manhã na mesquita da cidade ou do bairro.
  2. Das 15 as 16 para fazer pequenas compras (se houver o que ou como comprar)
  3. Nas orações do pôr do Sol.

Os manifestantes aproveitam os encontro das orações para planejamento e troca de informações.
Quando decidem entre eles, no final das orações voltam para suas casas em grande número enquanto protestam.


O Governo da Síria já descobriu esta estratégia e tornou as mesquitas o alvo número 1 de seus ataques.



08h27min Tiros ao ar, gás lacrimogênio estão sendo utilizados agora em Hama. Tem sido informado que os guardas estão atirando nos manifestantes mas não há informação ou indicação de nenhum ferido ou morto até agora, no dia de hoje.


Em Andakulap tem sido observado bandeiras turcas em posse de manifestantes.


08h28 Foi informado que o serviço de telefoia fixa foi desbloqueado pelo governo mas a energia elétrica ainda permanece cortada em Banyas.


08h32 BREAKING NEWS Acabou de ser confirmado que entre os atiradores foram notados IRANIANOS, que foram detectados pelo idioma "FARSI" que é o idioma do Iran.




08h36 na cidade de Medan foi informado que mais de 700 pessoas gritavam nas ruas pelo fim do regime enquanto os guardas de segurança espancavam o população com cacetetes e bastões.


08h39 Fogo de metralhadora pesada em Homs. 5 feridos.

  • Ainda artilharia pesada tem sido denunciada nas ruas de Alzenten, Asherah e Alzahraa.
  • Em Barzeh várias prisões na intenção de impedir que cerca de 100 populares se manifestassem contra o Regime de Assad.
08h58 Em praticamente todas as regiões da Síria, as manifestações têm sido repelidas com tiros, cacetetes e muita violência.

Confirmando os 5 feridos  em Homs anunciados estão mortos. 1 dentre eles recebeu um tiro no pescoço por arma de artilharia Anti-aérea.


09h10min Em Hama terminou a manifestação pacífica que contou com mais de 3000 pessoas.


  • As manifestações foram filmadas e transmitidas ao vivo para um servidor.
  • Em Der Al-Zor as 3 manifestações foram violentamente dispersadas:

  1. A primeira foi na frente de uma mesquita em Musab Ibn Amir. As forças de segurança e as forças policiais que desembarcaram de cinco ônibus atacaram os manifestantes provocando a dispersão batendo neles com paus e cabos elétricos. A manifestação contava com mais de mil.
  2. A segunda manifestação foi da mesquita de Al-Safa, as forças de segurança atiraram pesadamente no ar e grupos à paisana bateram com cassetetes nos manifestantes.
  3.  A terceira demonstração foi o perto da mesquita de Uthman ibn Affan. As forças de segurança espancaram e dispersaram a força a multidão realizando dezenas de detenções em Der Al-Zor.

09h29 A maioria das manifestações foram dispersadas no momento.


Em Hamidyia policiais à paisana perseguem manifestantes armados com paus e cacetetes.




09h31 Em Homs tropas do exército se rebelaram e trocaram tiros contra as forças de segurança, em defesa da população que sofria pesado tiroteio por fogo de artilharia.


09h33 Informações direto de Homs informam que o intenso tiroteio entre o exército e as forças de segurança continua...


11h02 Video: Franco-atiradores aguardando ordens para atirar.




12h00 Até agora a situação em Homs ainda não foi definida. Está sendo descrevida como "crítica" e estamos aguardando novas informações...

12h04 Através do twitter, foi informado que em Homs está sendo travado uma batalha intensa entre o Exército do País e as forças de Segurança. O tiroteio que deu início por volta das 09 da manhã (Hora de Brasília) ainda não cessou. A informação é de que muitas famílias estão fugindo da área do conflito chamada Baba na cidade de Homs.

12h21 Em Sakba mais de 50 veículos com homens da guarda vestindo uniformes camuflados. População está temerosa.

13h02 O número de mortos em Homs já chega a 15 e em Dara mais de 100 pessoas já chegaram ao hospital de Damasco. Muitos feridos pelas costas. Em Zabadani mais de 300 manifestantes foram presos até agora e em Daael mais de 5000 pessoas fazem demonstrações contra o regime de Assad. 


13h13 Video gravado hà pouco de manifestante sendo alvejado por sniper na cidade de Homs.



13h35 Homs foi a cidade escolhida para os novos massacres. Agora (forças de segurança) estão atirando nas pessoas que tentam acompanhar um velório!

13h45 Video: Mais um jovem morto pelo poder público da Síria.


13h46 Quando quase 100% de um país rejeita um governo, qual deve ser a resposta correta?




14h39 Chegou uma atualização sobre um jovem motoqueiro ter sido bárbaramente fuzilado por não ter ouvido a ordem de parar para ser revistado por soldados das forças de segurança.

Agora as pessoas estão sendo obrigadas a ficarem em suas casas por causa das ameaças das forças de segurança.

14h40 As forças de segurança desligaram as comunicações nas seguintes cidades:  Homs, Zabadani, Madaya parte de Hama, e subúrbio de Damasco.

14h52 Dia de terror; Atiradores ferozes procuram silenciar a voz do povo:



15h 27 A página está muito cheia, por este motivo as atualizações continuarão aqui

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: