quarta-feira, maio 25, 2011

Síria: Mais de 25 crianças e adolescentes mortos pelo regime - Saulo Valley

"Na lista, incluídos os mártires da revolução da Síria até agora, mais de 25 crianças e jovens que não atingiram dezoito anos de idade, foram mortos pelas autoridades sírias, durante os últimos dois meses, alguns dos quais morreram sob tortura severa. Eles tinham idades compreendidas entre cinco anos para sete anos."
 Fonte:facebook
por comissão de coordenação local, na Síria na terça-feira 24 maio, 2011 às 08:32 
"A primeira criança dos mártires, antes dos 18 em manifestação pacífica, tinha 14 anos de idade, que entregou o seu Espírito em 2011/05/20, como resultado de asfixia com gás lacrimogêneo. 
E os outros casos, a criança mártir foi Mahmoud Qadri de Damasco, na Duma e da idade de doze anos, que foi morto por quatro tiros quando saía para comprar pão no vigésimo quinto dia de abril último. 
Outra criança morta foi Ahmed Saleh al-Khatib de Gizé, em Dara, com idade de 13 anos, sequestrado após ter sido seqüestrado no dia do massacre da ponte em 2011/04/29 Sidon. Mais tarde foi devolvido para a sua família,  um cadáver coberto ocultando os sinais de violentas torturas. 
Encontrados Ahmed Radwan, de15 anos morador do Banyas, com dois tiros. Um no estômago e outro no peito, após o cerco na primeira semana de maio deste mês.
Citando a menina glória Ibrahim Rifai, com idades perto dos sete anos, da cidade de Sidon, no escudo, em 26/04/2011, na seqüência de uma bala no abdômen.
Menina de catorze anos de idade, em Latakia, no mês passado, morta a tiros por seguranças. 
Ainda houve outra criança de apenas cinco anos, de Khaldiya em Homs, no dia seis de maio passado, foi morto pelas forças de segurança e Alcbihp (bando de mercenário iranianos e civis sírios) sobre o carro que ela estava viajando em sua família."
Menina glória Rifai
Muitas ainda nem foram devolvidas para um  merecido funeral. Acompanhe as atualizações nos links do Twitter @saulovalley

Artigo em Destaque

EDITORIAL - O Brasil é perfeito para quem não teme o trabalho honesto

Temos que combater os esforços da mídia paga, que visa fazer as pessoas amarem mais o mal que o bem. Se você concorda leia, comente e compa...

Leia também: