Pular para o conteúdo principal

Translate this Page

Síria: Conselho de Direitos Humanos da ONU pede investigação para massacre

 O Conselho de Direitos Humanos da organização das Nações Unidas votou na última sexta (29) a favor do envio de uma missão que irá investigar "alegadas" violações do direito internacional dos direitos humanos e crimes cometidos contra civis no país do Oriente Médio, onde centenas de pessoas foram mortas durante a semana de manifestações.


Kyung-wha Kang - ONU - Cortesia: "UN Photo Geneva"

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 01 de Maio de 2011 - 10h44min.

A organização condenou o combate mortal contra as manifestações públicas e pacíficas, tirando delas o direito de reunião e de expressão.

A ONU também exigiu o Fim da censura da Mídia, o acesso de jornalistas nas regiões de conflito, a restauração do acesso à internet e outras redes de comunicação.

Também foi pedido que o governo da Síria facilite o acesso do alto comissariado para os direitos humanos ao país.

O Conselho apelou ao governo do país a libertação imediata de todos os manifestantes e de pessoas comuns detidas arbitrariamente, sem excluir as prisões realizadas antes dos acontecimentos desta semana que passou. O Conselho pediu também, o fim da intimidação, perseguição e prisões arbitrárias de advogados, defensores dos direitos humanos e jornalistas! 


Neste ato o governo da Síria foi pressionado a deixar de reprimir as manifestações pacíficas destacando a necessidade de investigação credível e imparcial e o julgamento dos responsáveis por tal crime e violência contra o povo da síria.


O Conselho dos direitos humanos apelou à Síria para "fortalecer a justiça social e garantir as liberdades civis."


Na íntegra, o encerramento do documento publicado no site oficial da ONU fala as mais importantes observações reunidas num relatório que foram expostas na votação:



"Isto incluiu o uso indiscriminado de munições de fogo contra os manifestantes, ao vivo, a captura, detenção e desaparecimento de manifestantes, defensores dos direitos humanos e jornalistas, e tortura e maus-tratos infligidos aos detidos. Mais de 450 pessoas tenham sido mortos e três vezes o número de feridos. 
Houve também a repressão das liberdades de imprensa e outros meios de comunicação e os ataques contra pessoal médico, instalações e pacientes.
"No entanto, mesmo essas práticas deploráveis ​​foram ultrapassadas ​​durante a semana passada. Segundo relatos, cidades inteiras foram sitiadas. Tanques foram mobilizados e bombardearam áreas densamente povoadas ".
"A entrega dos alimentos foi impedida. O acesso à eletricidade foi cortada. E sistemas de transporte foram encerrados. Há relatos de atiradores disparando contra as pessoas que tentam ajudar os feridos ou remover os corpos de áreas públicas ", acrescentou a Alta Comissária Adjunta de Direitos Humanos Kyung-wha Kang - ONU.

Postagens mais visitadas deste blog

A nova vida do Advogado Ércio Quaresma ex-defensor do Bruno Goleiro.

Ele subiu ao topo. Tornou-se um dos defensores mais admirados no cenário jurídico. Por um contrato milionário, foi defensor do Bruno, Goleiro do Flamengo, no caso do assassinato de sua namorada Elisa Samúdio, até que foi pego se drogando em uma cracolândia na região metropolitana de Belo Horizonte.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 25 de Novembro de 2011 - 07h26min.
O Dr. Ércio Quaresma foi professor de Direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Durante mais de 20 anos de carreira, cometeu deslizes não muito comuns, em se tratando de pessoas do seu nível e de sua formação; Por outro lado foi realizou defesas espantosas, dignas de meste. Se especializou na defesa de acusados de crimes hediondos por assassinato em 1º Grau obtendo bons resultados quase sempre. Isto porque em alguns casos o criminoso era indefensável, digno de toda culpabilidade e nada mais lhe restaria a não ser a pena máxima.

Mesmo assim sua experiência na defesa de criminosos praticamente condenados foi ex…

Tecnologia: Conheça "Psiphon" cryptograma que fura bloqueios de acessos à internet contra ditaduras.

O Psiphon é o programa de código aberto desenvolvido para ser distribuído livremente para permitir que países, cujos governos censuram o uso da internet e monitoram ligações feitas com o Skype não consigam detectar a conexão.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 23 de Novembro de 2011 - 07h54min.

Tudo começou quando o Jornalista Ivan Watson da CNN recebeu uma ligação de um jovem ativista sírio de pseudo Musaab al Hussaini via Skype. Além de denunciar a situação no seu país em tempo real, ele descreveu o grau de libertação que o anti-tracker Psiphon lhe proporcionou:



A empresa
A Psiphon Inc. é uma empresa de software que decidiu investir num sistema que pudesse ser adaptado a diferentes situações no mundo. Ele pode ser adaptado de acordo com cada tecnologia de bloqueio e de vigilância utilizado pelos governos, regimes, ditaduras e reinos  no mundo, bastando que desenvolvedores estejam inclinados a utilizar seu código fonte como base da programação.
"Nós da Psiphon acreditamos que a Inter…

Nigéria: Menina de 13 anos escrava sexual de 550 homens.

Um alerta para os pais: A menina "A" tinha 13 anos quando sua tia pediu aos seus pais autorização para levá-la de Akuda, no estado de Akwa Ibom para outra cidade, sob a promessa de que receberia melhor tratamento e teria melhores condições de estudo..
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Janeiro de 2012 - 10h17min.
Segundo a fonte nigeriana "PM News", a menina contou para a polícia que após seus pais terem autorizado a sua ida para o estado nigeriano de Lagos com sua tia, esta mesma a levou para um hotel. Lá  acriança contou que ganhou uma mini-saia, vestidos do tipo "tubo" e um quarto. De acordo com o testemunho da menina ainda, sua tia conhecida apenas como "vitória", teria ensinado como se comportar com os homens.
Até então a menina contou que não entendia o que estava acontecendo "até que começaram a chegar os homens". A fonte citando a menina disse que  ela percebeu que cada uma das outras meninas levavam seus "fregueses&qu…

Aliaa Magda ElMahdy nua é desejada, perseguida, processada, linchada e morta. Um símbolo?

Ela nem se considerava bonita, muito menos sexy. Decidiu se expor como forma de denunciar de modo marcante, o abuso sexual que as mulheres egípcias sofrem, espancamentos e indiscriminação, mas no campo da religião, Aliaa Magda é tida como um monstro.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 03 de Dezembro de 2011 - 06h50min.
 De adolescente a mulher. De ativista a símbolo sexual. Sua decisão de mostrar sua foto numa numa página de blog chocou o Egito, a comunidade islâmica e o mundo árabe. Adquiriu admiração de muitas mulheres que nunca tiveram coragem para fazer o mesmo, embora tivessem desejo. Seu blog atualmente registra mais de 4.400.000 visitantes embora a impacto inicial tenha passado, sua nudez lhe rendeu muita popularidade e muitos problemas. Aliaa saiu do "Blogger" para as ruas:


Nas ruas foi odiada. Foi linchada, ficando bastante machucada. Mais tarde os linchadores descobriram que haviam espancado a moça errada. Não era Aliaa. O ódio da comunidade islâmica lhe rendeu ameaç…

Blue Whale 1 - O game da morte em nome da Baleia Azul

Blue Whale: O jogo da morte induz adolescentes ao suicídio via Redes Sociais e Skype já fez mais de 130 mortes entre Rússia e Europa, mas já tem adeptos no Brasil - Continue Lendo:


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro, 09/04/2017

Poderia ser uma lenda urbana.. Mas o game "Blue Whale" (Baleia Azul) se tornou viral na Europa e na Rússia (desde 2014) deixando pais e as autoridades locais em completo alerta. O game que usa basicamente as redes sociais também promove encontros e eventos fora da web, reunindo suicidas depressivos adolescentes em espantosa e crescente comunidade.

Nos últimos 3 dias as agências internacionais começaram a alertar ao mundo sobre este jogo de auto-flagelação que culmina no suicídio. Os administradores do grupo exercem grandes pressões para garantir que o grupo seja unido, confiável e fiel aos propósitos malignos a que se propõe sem questionamentos.

Uma adolescente disse ao Saulo Valley Notícias que tem a informação de que quando o …

Brasil: país estarrecido com corrupção presidencial faz silêncio doloroso

Nos últimos 15 anos o povo brasileiro já viu de tudo que não queria ou não esperava ver acontecendo na administração pública. Hoje um silêncio profundo e ensurdecedor ecoa pelos ares, acompanhado de lágrimas secas desesperadas, engolidas pelo choque dos graves acontecimentos da crise moral-política que a nação vive hoje - Continue Lendo e compartilhe


Por Saulo Valley - O Observador do Mundo - Rio de Janeiro,  de Agosto de 2017

O barulho é ensurdecedor. As TVs ligadas em volumes mais elevados que o normal. Todos sintonizam seus aparelhos nos mesmos conteúdos. A reportagem vai derramando, como numa avalanche uma aterrorizante sequência de ondas de notícias trágicas e desesperadoras.

Os debates nas ruas terminaram. As opiniões já não importa. Antigos partidaristas agora não sabem mais o que defender, se direita ou esquerda. Todos estavam errados.. Dolorosa realidade vai formando uma nova onda de reações silenciosas e quase imperceptíveis. São pequenos espasmos pós-trauma. O país virou a…