sexta-feira, maio 20, 2011

Breaking News: A Verdade sobre a morte de 10 civis na fronteira Síria-Líbano.

Fontes especiais informaram a poucos minutos que pelo menos 10 lutadores do Hesbolah foram mortos na atravessia da fronteira síria em uma emboscada por rebeldes pró-revolução na noite de 7 para 8 de Maio 2011. Local: Perto da fronteira com o Líbano e Homs:


Fonte: stargazer.pakistantoday
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 20 de Maio de 2011 - 10h56min.

De acordo com as fontes,  Hassan Nasrallah, secretário-geral do Hezbollah, "não teve o menor conhecimento do incidente", temendo revelar a participação do Hezbollah e de seu contingente na repressão das manifestações na Síria.
"As fontes disseram que ele notificou às famílias dos mortos que seus filhos foram enviados para participar do ciclo militar no Irã por um longo tempo, e não há nenhum meio de comunicação com eles".

Segundo os informantes o governo sírio tem sido discreto quanto aos detalhes e o total de mortos entre suas tropas  e do Hezbollah.
"Os meios de comunicação sírios anunciaram a morte de dez trabalhadores sírios vítimas de uma emboscada contra um ônibus que transportava trabalhadores sírios no caminho do Líbano para a Síria".

As fontes oficiais disseram que o ônibus que foi abordado pela emboscada é um dentre dezenas de Ônibus que chegam constantemente ao país trazendo elementos do Hezbollah, desde o início das manifestações, a fim de ajudar o regime sírio na supressão dessas manifestações que pediam a liberdade e a democracia.
"Segundo as mesmas fontes, há indicação de que um bom número destes funcionários têm uma experiência considerável na supressão das manifestações e do impacto da sua participação com as forças da Guarda Revolucionária na repressão das manifestações no Irã, na véspera das eleições presidenciais lá em 2009."
Maher Assad, que é o coordenador do apoio e da assistência prestada pelo Irã e o Hezbollah, para a Síria para conter as manifestações, enviou uma mensagem de condolências à Hassan Nasrallah, através do qual agradeceu pelos "grandes esforços feitos pelo partido para apoiar o regime sírio", expressando que "aqueles que morreram não são apenas mártires, mas deram seu sangue para levantar a bandeira da nação que dirige uma batalha contra seus inimigos internos e externos"...
Fonte: bismillahnews.in
As fontes disseram que para ampliar o círculo de quadros de dirigentes do partido de oposição à sua participação na repressão das manifestações na Síria, especialmente após o incidente, que custou a vida de dez dos seus elementos...

"Nasrallah disse que se o sucesso dos manifestantes na Síria em provocar qualquer mudança no regime sírio,  terá um impacto negativo sobre as relações da Síria com o Irã eo Hezbollah e os grupos palestinos (Hamas e Jihad Islâmica), e isso terá repercussões negativas a longo prazo sobre as metas que os planos de seu partido ao longo dos anos lhe permitem ser o chefe no Líbano." 


REF: 
Link1: Dentro deste contexto, estas informações revelam segredos profundos sobre a sombria Síria
Link2 Estas informações envolvem ex-gentes da CIA e poderosas fontes diplomáticas.

Artigo em Destaque

Julian Assange periga ser extraditado para os EUA

O fantasma da extradição de Julian Assange volta a assombrar e podemos dizer que processar e condenar o fundador da Ong Wikileaks pelo cr...

Leia também: